Mercado abrirá em 3 h 31 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,00
    -3,09 (-3,36%)
     
  • OURO

    1.798,90
    -16,60 (-0,91%)
     
  • BTC-USD

    24.045,47
    -660,09 (-2,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    570,99
    -0,29 (-0,05%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.512,68
    +11,79 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.514,75
    -63,00 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1906
    -0,0129 (-0,25%)
     

Jaqueta usada por Buzz Aldrin na Lua é leiloada por valor recorde

A jaqueta usada por Buzz Aldrin durante a missão Apollo 11, que levou os primeiros homens à Lua em 1969, foi vendida por US$ 2,77 milhões no leilão Buzz Aldrin: American Icon (ou “Buzz Aldrin: Ícone Americano”, em tradução literal), realizado nesta terça-feira (26). Com a venda, o item se tornou o artefato espacial mais caro dos Estados Unidos já vendido em um leilão, sendo também a jaqueta mais valiosa já leiloada.

Usada por Aldrin durante a viagem a bordo do módulo de comando Columbia, a jaqueta branca tem a etiqueta com o nome de Aldrin no lado esquerdo do peito, logo acima do emblema da missão Apollo 11; no ombro esquerdo, está a bandeira dos Estados Unidos. O astronauta passou a maior parte de sua jornada de seis dias usando a jaqueta — ele a trocou pelo traje pressurizado para caminhar na Lua.

Buzz Aldrin é o único tripulante da Apollo 11 vivo (Imagem: Reprodução/NASA)
Buzz Aldrin é o único tripulante da Apollo 11 vivo (Imagem: Reprodução/NASA)

Após passar mais de 21 horas na superfície lunar, Aldrin e Neil Armstrong voltaram ao módulo de comando e vestiram novamente as jaquetas de voo. A peça é feita de material resistente ao fogo, usado nos trajes dos astronautas após o incêndio que matou a tripulação da Apollo 1, em 1967. Este é o único item de vestuário da missão de 1969 já vendido.

“Foi um privilégio trabalhar ao lado de Buzz para trazer objetos tão prestigiosos ao mercado pela primeira vez, e o recorde quebrado hoje prova o significado longo e duradouro da missão Apollo 11, cerca de 53 anos após o primeiro homem andar na Lua”, disse Cassandra Halton, diretora de ciência e cultura popular na Sotheby’s, organizadora do leilão.

O item foi comprado por uma pessoa que preferiu não se identificar, e que participou do leilão por telefone. Entre outros artefatos do leilão, estava um plano de voo de nove páginas, que descrevia um resumo completo da missão à amerissagem (o retorno no mar). O documento foi vendido por US$ 819 mil, valor cinco vezes acima das estimativas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos