Mercado abrirá em 2 h 5 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,67
    -4,42 (-4,80%)
     
  • OURO

    1.791,00
    -24,50 (-1,35%)
     
  • BTC-USD

    24.219,29
    -435,66 (-1,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,29
    +3,01 (+0,53%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.493,53
    -7,36 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.537,00
    -40,75 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1663
    -0,0372 (-0,71%)
     

Japoneses projetam base lunar com gravidade artificial

Especialistas da Universidade de Kyoto, no Japão, em parceria com a Kajima Corporation, desenvolveram um conceito de base lunar habitável com gravidade artificial. Batizada de “Luna Glass” (ou Mars Glass, se construída em Marte) a base lembra uma imensa taça de vidro giratória, que completa uma rotação sobre seu próprio eixo a cada 20 segundos.

Isso gera uma força centrífuga equivalente à aceleração da gravidade da Terra (9,8 m/s²) em direção às paredes da taça, o que permitiria que casas, ruas e até mesmo lagos fossem construídos.

Segundo os autores do estudo, o desenvolvimento de um sistema de gravidade artificial é uma peça chave para o avanço da humanidade no espaço, já que a ausência de gravidade causa degeneração óssea e muscular em adultos, e pode impedir o nascimento ou desenvolvimento correto de crianças.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

Mas com a gravidade artifical da “Luna Glass”, os moradores poderiam ter filhos em preocupação, e manter um corpo saudável que poderá retornar à Terra a qualquer momento.

Obviamente, o conceito não toca nos desafios práticos de construir uma estrutura móvel de grande porte na superfície da Lua, portanto podemos considerá-lo mais como um “exercício de pensamento” do que como algo que poderemos ver em operação nos próximos anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos