Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.854,35
    +137,94 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Japão quer enviar um rover “bolinha” para explorar a Lua em 2022

·2 minuto de leitura
Japão quer enviar um rover “bolinha” para explorar a Lua em 2022
Japão quer enviar um rover “bolinha” para explorar a Lua em 2022

Mantendo sua tradição de fugir de alguns padrões estéticos, o Japão vai mandar um rover em formato de “bolinha” para a Lua em 2022. Literalmente: o robô é consideravelmente menor que seus congêneres – em especial, o Perseverance (Nasa) e o Zhurong (China) – ao ser do tamanho de uma simples bola de beisebol.

A ideia é que a missão sirva para coletar amostras de poeira lunar, conhecida por ser altamente corrosiva para roupas de astronautas, aparatos tecnológicos e a pele humana, bem como tirar fotos de sua região de atuação. Segundo a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), a missão também servirá para testar a tecnologia do “rover bolinha”.

Leia também

  • Imagem mostra o "rover bolinha" que a agência espacial japonesa quer enviar à Lua até 2022
    Imagem: JAXA/Divulgação
  • O módulo de pouso lunar HAKUTO-R, que armazenará o rover japonês em sua viagem em 2022
    Imagem: JAXA/Divulgação

O chamado “robô transformável lunar” será o segundo desenvolvido pela empresa japonesa ispace – ela também assina a criação do rover “Rashid” para os Emirados Árabes Unidos. Ambos os veículos de exploração viajarão no mesmo lançamento – a estreia da ispace no setor.

O robô japonês – que ainda não tem um codinome para simplificar suas atribuições – tem cerca de 80 milímetros (mm) de diâmetro e um chassis esférico. A “bola” do corpo se abre em duas partes e se afastam, transformando-se em rodas que o aparelho usa para se locomover. Pesando apenas 250 gramas (g), ele “contribui para a redução de volume durante o transporte para a Lua”, disse a Jaxa em um comunicado.

Ambos os rovers viajarão dentro do módulo de pouso HAKUTO-R. A telemetria coletada pelo “rover bolinha” também ajudará a JAXA a, no futuro, entregar o “Lunar Cruiser”, uma espécie de “carro lunar” que, segundo projeções, estará pronto para ser pilotado manualmente por astronautas em 2029.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!