Mercado abrirá em 7 h 9 min
  • BOVESPA

    114.177,55
    -92,52 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,37
    +0,36 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.921,90
    -8,10 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    22.822,72
    -364,96 (-1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    516,82
    -10,36 (-1,97%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.555,27
    -11,51 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.386,59
    +23,84 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    12.034,25
    -72,50 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5095
    -0,0102 (-0,18%)
     

Janeiro Branco: especialistas ensinam como preservar a saúde mental

Neste mês, os especialistas se juntam para conscientizar acerca da importância da saúde mental, por meio de uma campanha chamada Janeiro Branco. Desta vez, o movimento traz como tema "A vida pede equilíbrio". Mesmo antes da pandemia, estudos já apontavam que as doenças mentais eram cada vez mais frequentes e indicavam a necessidade de investir no cuidado em saúde mental, na prevenção e no tratamento.

Segundo dados do Mapa Assistencial da Saúde Suplementar, em 2021 foram registradas 221.486 internações psiquiátricas, o que corresponde a 2,87% das internações do ano. Quanto às sessões de psicoterapia individuais, no mesmo ano elas somaram mais de 4,7 milhões em todo o Brasil, sendo que só o estado de São Paulo concentra mais de 3,1 milhões deste total.

Em 2022, a ANS atualizou o programa de Certificação em Boas Práticas em Atenção Primária à Saúde (APS), que estimula os profissionais a reconhecerem demandas de saúde mental e a intervirem em caso de queixas oriundas dos pacientes que chegam aos serviços de saúde.

No mesmo ano foi realizado pela agência o Webinário “A Atenção Primária à Saúde e o Projeto Cuidado Integral na Saúde Suplementar”, que contou com a mesa “O cuidado da saúde mental na APS (Atenção Primária à Saúde)”.

Como preservar a saúde mental?

Especialistas destacam importância da saúde mental em meio à campanha de Janeiro Branco (Imagem: arkhangelovaoksana/envato)
Especialistas destacam importância da saúde mental em meio à campanha de Janeiro Branco (Imagem: arkhangelovaoksana/envato)

Conforme aponta a médica especializada em saúde mental, com foco em ansiedade e depressão, Dra. Tamires Cruz, existem estratégias que podem ajudar a preservar a saúde mental, como a atenção plena, em que se aprende a estar totalmente desperto e ativo, focado no presente.

Equilibre a respiração

Uma pessoa que experimenta estresse altera seus padrões respiratórios, por isso usar técnicas de respiração também ajuda a diminuir os sintomas de ansiedade. De acordo com a especialista, ao relaxar o corpo, respirar lenta e suavemente pelo nariz, a pessoa consegue equilibrar seus padrões respiratórios e acalmar o sistema nervoso. “A respiração controlada altera o estado fisiológico, reduzindo a pressão sanguínea, a frequência cardíaca, os hormônios do estresse e aumentando a energia física e a sensação de calma e bem-estar”, explica.

Anote seus pensamentos

A médica aponta que entre as ações indicadas para evitar os pensamentos ansiosos estão: enfrentar o pensamento, criá-lo antes mesmo que aconteça, para minimizar o medo; e escrever o pensamento. Uma vida agitada (profissional e pessoal), sem tempos para pausas também pode agravar sintomas de ansiedade. Nesse sentido, gerenciar as atividades do dia a dia pode ser eficaz na premissa de combater o transtorno.

Invista em terapia, exercícios e relaxamento

Para preservar a saúde mental, a recomendação de Dra. Tamires é que se busque a terapia comportamental cognitiva (TCC). Vale lembrar, ainda, que a falta de sono é um dos fatores que costumam piorar os quadros de ansiedade de quem sofre com o transtorno, então pode ser importante garantir uma boa noite de sono. Adotar práticas de relaxamento, como yoga e meditação, e realizar atividades físicas constantemente, pode ajudar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: