Mercado abrirá em 8 h 27 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,41
    -0,14 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.789,20
    +29,30 (+1,66%)
     
  • BTC-USD

    17.155,93
    +218,46 (+1,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,72
    +6,02 (+1,50%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.800,92
    +203,69 (+1,10%)
     
  • NIKKEI

    28.281,04
    +312,05 (+1,12%)
     
  • NASDAQ

    12.038,50
    -3,75 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4063
    +0,0098 (+0,18%)
     

Júpiter aparece com luas Calisto e Io em foto tirada pela sonda Juno

O 38º sobrevoo da sonda Juno por Júpiter rendeu uma bela foto das nuvens que cobrem o gigante gasoso, junto das luas Calisto e Io. Apesar de ter sido capturada no ano passado, a NASA divulgou a imagem na última semana, após os cientistas cidadãos Gerald Eichstädt e Thomas Thomopoulos aplicarem técnicas de processamento dos dados e ajustes de cores.

A foto foi capturada quando pelo instrumento JunoCam, quando a nave estava a cerca de 14 mil km do topo das nuvens do planeta. No momento do registro, a Juno se movia a cerca de 198 mil km/h em relação a Júpiter.

Confira:

Júpiter e as luas Io (acima) e Calisto (abaixo); a foto foi feita pela sonda Juno, quando estava a 14 mil km do topo das nuvens do planeta (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/G. Eichstädt/T. Thomopoulos)
Júpiter e as luas Io (acima) e Calisto (abaixo); a foto foi feita pela sonda Juno, quando estava a 14 mil km do topo das nuvens do planeta (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/G. Eichstädt/T. Thomopoulos)

Enquanto parte de Júpiter preenche a parte superior da foto, as luas Io e Calisto aparecem acima e abaixo, respectivamente. Eichstädt usou os dados “crus” da JunoCam para produzir a versão original da foto, que foi processada posteriormente por Thomopoulos.

Lançada em 2011, foi somente em 2016 que a sonda Juno começou a orbitar Júpiter, estudando tanto o planeta quanto suas luas e anéis. Em 2021, a NASA autorizou uma extensão para a missão, que deverá seguir ativa até 2025 ou até quando os sistemas da nave resistirem.

Futuro da sonda Juno

A Juno ainda tem bastante trabalho para sua missão estendida. Recentemente, ela sobrevoou a lua Europa, capturando as primeiras imagens próximas da lua em mais de duas décadas. Já em dezembro de 2023 e em fevereiro de 2024, ela irá sobrevoar a lua Io.

Durante os sobrevoos, a Juno realizará as primeiras passagens de alta proximidade de Io em décadas. Ao longo das visitas a esta lua, a Juno estudará os vulcões e geologia por lá, além de procurar sinais de um oceano de magma e investigar as interações entre Io e a magnetosfera de Júpiter.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: