Mercado fechado
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,28
    -0,98 (-1,38%)
     
  • OURO

    1.813,20
    -9,00 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    38.081,03
    -871,83 (-2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    928,35
    -15,09 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.035,75
    +83,00 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1659
    +0,0218 (+0,35%)
     

Já vacinou? Adesão à vacina da COVID bate recorde no Brasil, aponta pesquisa

·2 minuto de leitura

Para a vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2, as autoridades brasileiras planejam imunizar toda a população com mais de 18 anos até o final deste ano. Nesse percurso, algumas regiões se destacam, como a cidade histórica de Alcântara, no estado do Maranhão, que foi a primeira a atingir a marca de 100% dos adultos vacinados com pelo menos com uma dose do imunizante ainda em junho. No entanto, o consenso é que quase todos os brasileiros querem se vacinar contra a COVID-19 e essa sensação, agora, foi confirmada pelo Datafolha.

Divulgada nesta terça-feira (13), a nova mostra revela que a adesão às vacinas contra a doença continua a crescer no Brasil e atingiu um nível recorde desde o início do levantamento, em agosto de 2020. Hoje, 94% da população brasileira afirma que ou já se vacinou ou pretende se vacinar contra a COVID-19. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos (96%-92%).

Segundo pesquisa, 94% dos brasileiros querem ou já se vacinaram contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/Rawf8/Envato)
Segundo pesquisa, 94% dos brasileiros querem ou já se vacinaram contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/Rawf8/Envato)

Entendendo a pesquisa sobre a vacinação

Para avaliar o interesse na vacinação contra a COVID-19, o levantamento do instituto de pesquisa ouviu, de forma presencial, 2.074 pessoas com pelo menos 16 anos, espalhadas por 146 cidades do país. Esses participantes foram entrevistados entre os dias 7 e 8 deste mês.

Durante a abordagem, foi definido o seguinte cenário e duas questões: "Já existem algumas vacinas aprovadas contra a COVID-19 pela Anvisa para uso no Brasil. Você já se vacinou? (Se não,) Você pretende se vacinar?". A partir das respostas, a equipe de pesquisadores trabalhou os dados estatisticamente.

Segundo os entrevistados, 56% deles alegaram já ter se vacinado contra a COVID-19. Em paralelo, outros 38% deles afirmaram que pretendem se imunizar. Somando os dois grupos, foi possível estabelecer a adesão de 94% de interesse na vacinação. Em dezembro, o índice era calculado em 73% e foi o menor valor desde o começo do levantamento. No entanto, uma série de fatores, como a segunda onda da COVID-19, os mais de 530 mil óbitos e o esclarecimento dos efeitos colaterais dos imunizantes devem ter auxiliado na mudança de movimento.

Atualmente, apenas 5% dos entrevistados afirmaram que não foram nem pretendem ser imunizados e 1% responde que não sabe. Além disso, o Datafolha verificou que 1% dos brasileiros não foi imunizado porque não encontrou o imunizante contra a COVID-19 que deseja. No jargão popular, este último grupo foi apelidado de "sommeliers de vacina" e virou até meme nas redes sociais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos