Mercado fechará em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    114.059,07
    +1.776,79 (+1,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.530,84
    +192,50 (+0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,26
    +1,03 (+1,43%)
     
  • OURO

    1.751,40
    -27,40 (-1,54%)
     
  • BTC-USD

    44.836,31
    +918,66 (+2,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.120,72
    +11,80 (+1,06%)
     
  • S&P500

    4.459,61
    +63,97 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.840,60
    +582,28 (+1,70%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.324,75
    +161,25 (+1,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2256
    +0,0168 (+0,27%)
     

Já é possível verificar novamente se um PC é compatível com o Windows 11

·3 minuto de leitura

Hoje (27), a Microsoft anunciou que não vai mais impedir que computadores com processadores sem suporte rodem o Windows 11, mas essa não foi a única novidade do pacote: o programa Verificação de Integridade do PC está de volta, agora em período de testes, mas com diagnóstico bem mais preciso para o usuário.

O programa pode ser experimentado por usuários inscritos no programa Windows Insider e, desta vez, permite que o usuário saiba com exatidão o que impede o computador de baixar e instalar o Windows 11 pelo Windows Update.

Quando o sistema foi oficialmente apresentado, a MS também liberou o Verificação de Integridade do PC para que qualquer pessoa pudesse conferir se sua máquina era compatível com o novo SO. Porém, nem tudo saiu como esperado, já que o programa não era lá tão útil quando encontrava uma incompatibilidade: apesar de fazer o diagnóstico, o app era incapaz de revelar qual a causa exata da rejeição, deixando usuários na dúvida sobre o que fazer para mudar aquele estado.

O programa tem a mesma cara de antes, as as novidades estão em seu funcionamento (Captura: Igor Almenara/Canaltech)
O programa tem a mesma cara de antes, as as novidades estão em seu funcionamento (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

A Microsoft prometeu lançar uma correção do aplicativo na mesma semana — e alguns funcionários até disponibilizaram uma versão atualizada em seus perfis pessoais do Twitter. Mesmo após o ajuste, porém, os problemas persistiam em boa parte dos casos, e aí a gigante decidiu tirar o app do ar.

O diagnóstico mostra tanto o que deu errado, quanto o que deu certo na verificação de compatibilidade (Captura: Igor Almenara/Canaltech)
O diagnóstico mostra tanto o que deu errado, quanto o que deu certo na verificação de compatibilidade (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Diagnóstico está mais útil

Suponha que o seu computador tenha o tal módulo TPM 2.0 ativado, esteja com componentes modernos e seja bem parrudo em performance. Se o Secure Boot (ou “Inicialização segura”, em português) não estiver habilitado no BIOS, a máquina não estará pronta para atualizar. Antes, o Verificação de Integridade do PC apontava somente a incompatibilidade, sem nenhuma explicação, contudo, na versão recém-lançada, ele vai avisar exatamente qual é o problema e indicar uma solução.

Liberar o programa primeiro para membros do Windows Insider dá um tempo de folga para a Microsoft testar e recolher feedback dos usuários. No momento da apresentação do sistema operacional, não foi possível passar o app por uma bateria de testes pública, visto que o Win 11 era um segredo até o momento do anúncio — se o programa entrasse em testes antes, estragaria a surpresa.

Ao mesmo tempo, a Microsoft libera também adaptações do programa para rodar em SOs de 32-bit, processadores ARM e em máquinas que rodam o Windows 10 em modo S.

Como saber se um PC é compatível com o Windows 11

Para experimentar o programa, é necessário ser membro do Windows Insider. Se você já é um testador, é só baixar o programa na sua página oficial.

Por enquanto, o Windows 11 continua sem data de lançamento. A expectativa é que o sistema operacional seja lançado em outubro para computadores novos, enquanto o upgrade gratuito do Windows 10 seria distribuído somente em 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos