Mercado abrirá em 3 h 17 min
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,14
    -0,60 (-0,76%)
     
  • OURO

    1.652,90
    -2,70 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    19.145,71
    +77,11 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    438,38
    -6,16 (-1,38%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    6.989,00
    -29,60 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.327,25
    -49,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0738
    -0,0238 (-0,47%)
     

Itaú vai ressarcir clientes de juros e encargos causados por falhas no app

·2 min de leitura
  • Extratos e saldos das contas que possuíam informações incorretas já foram atualizados

  • Outros eventuais problemas serão avaliados individualmente

  • Origem do problema teve relação com um atraso no processamento interno de dados

Os clientes do banco Itaú que realizaram pagamentos de contas com vencimento na quinta-feira (3) com atrasos, devido à instabilidade do aplicativo e site da instituição, terão juros e encargos inibidos ou ressarcidos automaticamente na conta corrente.

De acordo com a instituição financeira, outros eventuais problemas causados pela instabilidade no sistema serão avaliados individualmente. Segundo o Itaú, extratos e saldos das contas que possuíam informações incorretas estão atualizados, com valores integralmente recompostos.

Em comunicado, o banco afirmou que a origem do problema teve relação com um atraso no processamento interno de dados, sem qualquer risco de integridade ou vazamento de informações de clientes.

Entenda seus direitos

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) alerta que clientes não podem arcar com qualquer tipo de prejuízo ou penalização. Por isso, é importante registrar as reclamações no banco ou nos órgãos competentes.

Já no caso de dinheiro extra na conta, o consumidor deve devolver ao banco a quantia depositada indevidamente. É preciso verificar com o Itaú qual o prazo para que isso ocorra.

Caso algum pagamentos não tenha sido realizado por conta da falha do banco, é preciso se documentar e pedir ressarcimento ao Itaú.

O cliente não pode ter prejuízo com o pagamento de multas ou juros de mora. Já para pagamentos duplicados, o reembolso deve ser feito no dobro do valor debitado.

Quem não conseguiu transferir dinheiro, resgatar ou fazer investimentos, deve registrar a reclamação em algum dos canais de atendimento do Itaú e detalhar os danos sofridos devido à impossibilidade da movimentação. É necessário guardar o número do protocolo.

Também é possível registrar queixa no site do Banco Central ou no www.consumidor.gov.br.