Mercado abrirá em 8 h 26 min

Itália anuncia venda de casas a um euro em belas regiões

·2 minuto de leitura
Província de Trapani, Itália
Província de Trapani, Itália. Medida tem atraído olhares do mundo todo, mas não é a primeira vez que é tomada
(Getty Creative)
  • Itália está vendendo cerca de 60 casas por 1 euro cada em Trapani, na região da Sicília 

  • Estratégia visa atrair moradores, investidores e turistas, de forma a movimentar a economia local 

  • Interessados podem se inscrever até o mês que vem e devem arcar com algumas despesas

A expressão ‘a preço de banana’ nunca fez tanto sentido. A Itália anunciou a venda de cerca de 60 casas por um valor simbólico de um euro na cidade de Calatafimi-Segesta, em Trapani, na região da Sicília. Os interessados têm até mês que vem para se inscrever.

De acordo com Francesco Fragale, comissário extraordinário do município, a iniciativa visa revitalizar a região e movimentar a economia do país por meio da atração de moradores, investidores e turistas, “dando trabalho ao setor da construção e do artesanato, com fortes repercussões econômicas no futuro”.

Leia também: 

Apesar de muitos imóveis estarem desgastados pelo tempo, a região em que se localizam chama a atenção, já que é famosa por suas belezas. Aqueles que os adquirirem deverão se comprometer com a reforma, além de mantê-los por determinado período e arcar com todos os custos das documentações. Quem descumprir as medidas deverá não apenas pagar uma multa como devolver a casa à prefeitura.

Essa não é a primeira vez que a Itália realiza esse tipo de ação, tendo já acontecido em outras regiões como Toscana, Sicília, Sardenha, Puglia, Piemonte e Lombardia. Desde 2014, a medida tem surpreendido e atraído olhares do mundo inteiro, ficando conhecida como “Case a um euro”.

Outros países como França, Espanha, Portugal, Suíça, Croácia e Japão já se beneficiaram da estratégia no passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos