Mercado fechará em 1 h 20 min
  • BOVESPA

    121.491,51
    -309,70 (-0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.174,77
    -20,66 (-0,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,09
    +0,94 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.807,00
    -7,50 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    40.846,36
    +1.221,32 (+3,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.005,40
    +29,51 (+3,02%)
     
  • S&P500

    4.420,38
    +17,72 (+0,40%)
     
  • DOW JONES

    34.982,93
    +190,26 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.155,00
    +81,50 (+0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1839
    +0,0656 (+1,07%)
     

ITA, sucessora da Alitalia, terá voos ao Brasil em 2022

·1 minuto de leitura
UKRAINE - 2021/06/06: In this photo illustration, an Alitalia logo is seen on a smartphone and a pc screen in the background. (Photo Illustration by Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
UKRAINE - 2021/06/06: In this photo illustration, an Alitalia logo is seen on a smartphone and a pc screen in the background. (Photo Illustration by Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Governo italiano assumiu o controle da empresa durante a pandemia

  • A nova companhia manterá a identidade visual da Alitalia

  • Voos ao Brasil devem começar a partir de 2022

A ITA (Italia Trasporto Aereo), sucessora da companhia aérea, tem previsão para começar suas operações em outubro deste ano. Após a falência da Alitalia em 2008 e da Nova Alitalia em 2017, o governo italiano assumiu as operações da empresa durante a pandemia. A previsão é de que os voos comecem em outubro de 2021.

Inicialmente com 52 aeronaves provenientes da antiga frota, 61 rotas comerciais serão cobertas pela ITA. Além dos dois hubs em Milão e Roma, a companhia prevê voos para o Brasil e Argentina para junho de 2022.

Leia também:

Um aumento para 700 milhões de euros de capital foi aprovado pelos acionistas da empresa, com alcance de 209 milhões de euros de lucro previsto para 2025. O quadro de funcionários também tem estimativa de aumento, passando de 2.950 para mais 5.000 nos próximos quatro anos.

As informações são da Revista Exame.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos