Mercado abrirá em 3 horas 1 minuto

Itaú Unibanco prevê queda de 0,7% do PIB em 2020 e recuperação de 5,5% em 2021

EDUARDO CUCOLO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Itaú Unibanco alterou a projeção para o desempenho da economia brasileira neste ano de um crescimento de 1,8% para uma queda de 0,7% por conta dos efeitos do coronavírus na economia.

A instituição avalia, no entanto, que haverá forte recuperação em 2021, ano cuja expansão foi revista de 3% para 5,5%.

Com isso, o crescimento acumulado nesses dois anos não mudaria, e a economia brasileira registraria avanço de 4,8% no período.

O banco também traçou dois cenários alternativos. O mais otimista, com crescimento de 0,2% neste ano e 4,6% no próximo. O pessimista, de queda de 1,6% seguida de expansão de 6,4% em 2021.

Nesta semana, os bancos JPMorgan e Goldman Sachs passaram a prever contração da economia brasileira neste ano, com o PIB (Produto Interno Bruto) afetado pelos efeitos globais do coronavírus, segundo relatórios desta quarta-feira (18).

Na véspera, o Credit Suisse havia reduzido sua projeção de expansão de 1,4% para zero.

O JPMorgan projeta queda de 1,0% no PIB em 2020, ante expectativa anterior de crescimento de 1,6%, com uma "profunda recessão" no primeiro semestre.

O Goldman Sachs também cortou sua projeção para a economia em 2020, de expansão de 1,5% para contração de 0,9%.