Mercado fechará em 4 h 30 min

Itaú procura especialista em criptomoedas

Logomarca do Itaú na fachada de banco comercial brasileiro Bitcoini
Logomarca do Itaú na fachada de banco comercial brasileiro Bitcoini

O banco Itaú, um dos maiores da América Latina, abriu uma vaga de trabalho em busca de um especialista em criptomoedas, com foco especial em criptografia. O profissional trabalhará com a divisão de moedas digitais do banco, a Itaú Digital Assets.

Se aproximando cada vez mais das criptomoedas, bancos pelo mundo buscam entender a tecnologia e sua base. Assim, é comum que vagas para especialistas e consultores em tecnologia sejam disponibilizadas.

No caso da vaga do Itaú, o mercado entende que a instituição segue buscando aprimorar seus conhecimentos internamente, ao passo que pode lançar sua corretora de criptomoedas própria a qualquer momento.

Itaú procura especialista em criptomoedas com foco em criptografia

A divisão do Itaú Digital Assets é um empreendimento do Itaú-Unibanco cuja missão é de estruturar a economia das criptomoedas na instituição.

Em sua apresentação, o setor indica que entende as projeções de futuro, potencializadas por tecnologias abertas e descentralizadas de criptomoedas.

Mas uma das preocupações da nova divisão de criptomoedas do Itaú é com a segurança do setor, que é algo básico nessa tecnologia.

Desse modo, o novo especialista em criptomoedas que deseja trabalhar no Itaú deve conhecer muito de criptografia e blockchain, sendo a vaga de preferência para mestres ou doutores em Matemática.

“Profundo conhecimento dos protocolos de criptografia (TLS, GPG, SSH, etc), assinatura de código, cyber-security, autenticação/autorização e o cenário de ameaças para ataques de última geração. Conhecimento sobre de Sistemas de Gerenciamento de Chaves (KMS), Hardware Security Modules (HSMs) e Secure Multiparty Computation (MPC).”

O profissional deve ter disponibilidade ainda para trabalhar em São Paulo e inglês avançado para a posição. A vaga e sua descrição completa está disponível no site do Itaú para todos os interessados.

Nos últimos meses, essa operação começou a tokenizar ativos em blockchain e pode expandir ainda mais sua atuação em breve.

Oportunidades de trabalho com criptomoedas crescem

Chama atenção para a nova vaga de trabalho do Itaú para uma demanda crescente por profissionais com experiências neste mercado de criptomoedas.

Recentemente, o BTG Pactual abriu 400 vagas de trabalho e colocou opções em criptomoedas. Esse banco lançou sua corretora de Bitcoin, a Mynt, recentemente e é outro que expande sua atuação no mercado.

Outra fintech que mirou profissionais com experiência é a PicPay que procura programadores em blockchain e Web3 para sua futura operação, após lançar sua corretora de Bitcoin também.

Enquanto o mercado de criptomoedas passa por uma baixa nos últimos meses, as oportunidades de trabalho no setor não param de crescer.

Fonte: Livecoins