Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    34.403,14
    -4.042,36 (-10,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Itaú não planeja oferta pelo varejo do Citi no México: Fontes

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- O Itaú não tem planos de fazer uma oferta pelas operações de banco de varejo do Citigroup no México, segundo pessoas a par do assunto.

Most Read from Bloomberg

Analistas, incluindo Jorge Kuri, do Morgan Stanley, escreveram na quarta-feira que o Itaú poderia ser um potencial interessado, e o ex-presidente do Itaú e agora co-presidente do conselho, Roberto Setubal, havia dito em 2014 que o banco com sede em São Paulo teria interesse no varejo do México. Mas a situação agora para o Itaú é diferente, assim como os planos, disseram as pessoas.

O Itaú não quis comentar. Mas, em junho de 2021, durante o dia do investidor do Itaú, seu presidente Milton Maluhy disse: “Nosso foco hoje em dia é melhorar as operações que já temos. Investindo onde a gente já tem operações relevantes mas sem uma grande ambição de crescer além do que a gente já tem hoje.”

O Citigroup anunciou na terça-feira que planeja sair de suas operações de varejo, pequenas e médias empresas no México em meio a uma reformulação mais ampla orquestrada pela presidente Jane Fraser. A saída pode ser por meio de uma venda ou por meio uma oferta pública de ações, disse o Citigroup, que manterá os negócios de atacado no país.

Em junho de 2016, menos de dois anos após expandir suas operações no México, o Itaú chegou a um acordo para vender sua corretora e focar em países da América Latina onde tem maior presença. Também em 2016 reduziu sua presença de banco corporativo e de investimento no país.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos