Mercado fechado

Itaú eleva participação acionária na Log-In para 5,19%

Poliana Santos
Itaú eleva participação acionária na Log-In para 5,19%

O Itaú Unibanco (ITUB3; ITUB4) aumentou sua participação acionária na Log-In (LOGN3; LOGN12) para 5,19%. A informação foi divulgada, na última quinta-feira (13), pelo fato relevante da empresa de logística.

Dessa forma, a participação acionária da instituição financeira corresponde a 5,4 milhões de ações ordinárias da Log-In. O banco Itaú declarou que "tal participação não tem o objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da sociedade".

Itaú Unibanco registra lucro líquido de R$ 7,29 bilhões no 4T19

O Itaú Unibanco registrou lucro líquido recorrente de R$ 7,296 bilhões, no quarto trimestre de 2019, ante R$ 7,156 bilhões obtidos no mesmo período de 2018. O montante indica alta de 1,9% na comparação anual.

Além disso, a margem financeira registrada pelo Itaú entre outubro e dezembro chegou a R$ 19,439 bilhões. No mesmo período do ano anterior, a margem foi de R$ 19,071 bilhões.

O retorno recorrente sobre o patrimônio líquido no período foi de 23,7%. Entre outubro e dezembro de 2018, o retorno recorrente foi de 24,6%. A receita de prestação de serviços passou de R$ 9,267 bilhões no quarto trimestre de 2018 para R$ 10,356 no mesmo período de 2019. Com isso, a alta anual foi de 11,8%.

Em contrapartida, as despesas não decorrentes de juros do banco também aumentaram. No quarto trimestre de 2018, o valor era de R$ 12,796 bilhões. Entretanto, em 2019 as despesas somaram R$ 13,011 bilhões, com alta de 1,7% na comparação anual.

Veja Também: Itaú, Santander e Bradesco fecham agências e reduzem 7 mil funcionários

Em 2019, o Itaú obteve lucro líquido recorrente de R$ 28,363 bilhões. O montante indica alta de 10,2% em relação aos R$ 25,733 registrados no ano anterior.

A margem financeira aumentou 8,6% no ano passado ante 2018, passando de R$ 63,599 bilhões para R$ 69,056 bilhões. Além disso, a receita de prestação de serviços também passou de R$ 35,079 em 2018 para R$ 37,307 no ano passado, com variação positiva de 6,4%.

O custo de crédito aumentou 29,1% no ano passado quando comparado ao ano anterior. As despesas decorrentes de juros do Itaú também avançaram 2,5% em 2019.