Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.641,53
    +112,56 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,96
    -0,71 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.793,60
    +15,20 (+0,85%)
     
  • BTC-USD

    55.583,24
    -437,20 (-0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.276,29
    +13,33 (+1,06%)
     
  • S&P500

    4.151,09
    +16,15 (+0,39%)
     
  • DOW JONES

    33.993,87
    +172,57 (+0,51%)
     
  • FTSE

    6.903,78
    +43,91 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.761,50
    -32,75 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    -0,0105 (-0,16%)
     

Itaú prevê 15 ofertas de ações nas 2 próximas semanas no Brasil

Cristiane Lucchesi e Felipe Marques
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O recente pico de volatilidade no mercado brasileiro provavelmente reduzirá pela metade o número de ofertas de ações durante as próximas duas semanas, de acordo com o Banco Itaú BBA.

O Itaú, líder no mercado neste ano para empresas brasileiras, estima que 30 transações estavam no forno para o período, mas as oscilações bruscas de preços acabaram persuadindo emissores a adiar pelo menos 15.

Os investidores internacionais deixando o mercado brasileiro aumentaram o problema. “Percebemos investidores estrangeiros de peso cortando suas participações no Brasil”, disse Cristiano Guimarães, diretor executivo do banco global corporativo e de investimento. “Até alguns investidores long-only estão saindo.”

A intervenção do governo para destituir o presidente da gigante do petróleo Petrobras contribuiu para o mau humor, assim como as prolongadas discussões sobre o teto de gastos e o agravamento da pandemia do Covid-19. O mercado de ações do país registrou saídas líquidas de cerca de R$ 6,8 bilhões de investidores estrangeiros no mês passado, de acordo com dados de câmbio compilados pela Bloomberg. E as saídas em 22 de fevereiro, o primeiro dia de negociação completo depois que o presidente Jair Bolsonaro removeu o presidente da Petrobras, foram as maiores em um único dia desde 2008.

A volatilidade implícita de dois meses para o índice de referência Ibovespa do Brasil em 3 de março atingiu seu nível mais alto desde junho.

As transações que ainda chegarão ao mercado são principalmente de empresas de saúde e tecnologia, disse Guimarães, acrescentando que o Itaú está priorizando esses dois setores porque ainda há muita demanda.

As ofertas totais de ações por empresas brasileiras alcançaram R$ 34 bilhões neste ano, uma queda de 3,4% em relação ao mesmo período de 2020, segundo dados compilados pela Bloomberg. Este ano, ocorreram 24 transações com ações, e o Itaú atuou como líder em 14, mostram os dados.

Em dezembro, o executivo de banco de investimento do Itaú Roderick Greenlees disse que 2021 poderia registrar até R$ 140 bilhões em oferta de ações e 70 transações.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.