Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.386,23
    -1.049,47 (-2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Itaú contrata Araújo do JPMorgan em nova mudança na corretora

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Judinei Araújo, chefe de negociação de ações da América Latina no JPMorgan Chase & Co., foi contratado pelo Itaú BBA, em mais uma rodada de mudanças na corretora.

Ele substitui Leandro Custódio, que deixa o Itaú nesta semana, de acordo com um post no LinkedIn. As funções de Custódio serão divididas entre Araújo e Pedro Nor, disse o banco em um comunicado por e-mail. Nor também veio do JPMorgan em 2021.

O Itaú começou a reestruturar sua corretora depois que o negócio mudou de comando em fevereiro. Agora liderada por Cristiano Guimarães, diretor executivo de banco global corporativo e de investimento do Itaú, a corretora está mudando funções seniores e contratando talentos externos, em meio a um forte volume de ofertas de ações no Brasil.

O Itaú lidera subscrição de ações da América Latina até agora neste ano, segundo dados compilados pela Bloomberg. As ofertas de ações na região totalizaram quase US$ 26 bilhões, um aumento de 25% em relação ao ano passado, mostram os dados.

Araújo ficou pouco mais de uma década no JPMorgan, de acordo com seu perfil no LinkedIn. Custódio, por sua vez, ingressou no Itaú em 2015, vindo do Credit Suisse.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos