Mercado fechará em 4 h 57 min
  • BOVESPA

    117.800,12
    +602,30 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.017,83
    +172,00 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,52
    +0,76 (+0,87%)
     
  • OURO

    1.720,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    20.079,83
    +182,74 (+0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,40
    -5,72 (-1,24%)
     
  • S&P500

    3.767,98
    -15,30 (-0,40%)
     
  • DOW JONES

    30.123,90
    -149,97 (-0,50%)
     
  • FTSE

    6.984,38
    -68,24 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,77 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.613,00
    -10,75 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1065
    -0,0297 (-0,58%)
     

Itaú BBA corta recomendação de Petrobras para "market perform"; ação recua

Sede da Petrobras

(Reuters) - Analistas do Itaú BBA cortaram a recomendação das ações da Petrobras para "market perform", de "outperform", de acordo com relatório a clientes no final da segunda-feira, enquanto reduziram o preço-alvo de 43 para 38 reais.

Eles afirmaram que estão atualizando suas estimativas para incorporar um custo de capital mais alto, os ajustes recentes dos preços do diesel e da gasolina no mercado doméstico e o pagamento de dividendos anunciado para o segundo trimestre.

Monique Greco e equipe afirmaram que ainda esperam resultados fortes em fundamentos sólidos, mas preveem meses de alta volatilidade pela frente, preferindo assim esperar por um caminho claro para a tese de investimento da empresa.

O Itaú BBA agora espera lucro líquido de 188,78 bilhões de reais para 2022, com Ebitda de 354,57 bilhões de reais, de previsão anterior de 144,17 bilhões e 293,31 bilhões de reais, anteriormente.

No entanto, veem uma geração de caixa "modesta" no segundo semestre, em comparação com o forte desempenho da primeira metade do ano, em razão de preços menores do petróleo, paradas para manutenção e menor entrada de recursos por venda de ativos.

"Nós estimamos um pagamento de dividendo de 4,7 reais por ação para o segundo semestre, implicando um dividendo yield de 7% por trimestre", acrescentaram.

Às 11:10, Petrobras PN caía 4,1%, a 33,06 reais. Petrobras ON recuava 4,2%, a 36,66 reais. Os papéis lideravam as perdas do Ibovespa, que cedia 0,74%.

A queda ocorre após ambos os papéis da estatal renovarem máximas históricas na véspera e tendo de pano de fundo o declínio dos preços do petróleo no mercado externo, com o Brent perdendo mais de 4%, a 100,43 dólares o barril.

(Por Paula Arend Laier)