Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.223,54
    -64,23 (-0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Itália vai discutir oferta da KKR por Telecom Italia, diz ministro

·1 min de leitura
Logo da TIM em Roma

Por Giulia Segreti

ROMA (Reuters) - O governo italiano vai debater a oferta de aquisição da Telecom Italia pela companhia norte-americana de investimentos KKR, afirmou o ministro da Indústria, Giancarlo Giorgetti, nesta quarta-feira.

A Telecom Italia, controladora da TIM no Brasil, recebeu oferta de 10,8 bilhões de euros feita pela KKR no fim de semana passado.

O governo italiano tem poderes especiais que podem impedir uma aquisição da companhia, considerada de importância estratégica para o país.

"É muito cedo para falar disso", afirmou Giorgetti durante uma audiência parlamentar. Ele acrescentou que o governo italiano vai analisar atentamente os planos da KKR para os ativos de infraestrutura da Telecom Italia e seus funcionários.

A oferta da KKR depende da aprovação do governo italiano e o maior acionista da Telecom Italia, o grupo francês Vivendi, que tem 24% da empresa, considera a proposta muito baixa.

O mercado especula que a KKR poderia elevar a oferta para conseguir apoio da Vivendi e isso fazia as ações da Telecom Italia subirem até 17% nesta quarta-feira, para o maior nível em 21 meses.

Mais de 25% das ações com direito a voto da Telecom Italia trocaram de mão nesta semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos