Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,06 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.777,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    56.131,04
    -5.204,09 (-8,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    -5,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6904
    -0,0307 (-0,46%)
     

Itália retomará campanha de vacinação com AstraZeneca na sexta-feira

·1 minuto de leitura
Mulher recebe vacina da AstraZeneca contra covid-19 em Brest, França, em 12 de março de 2021

A Itália vai retomar na sexta-feira (18) sua campanha de vacinação contra a covid-19 com o produto da AstraZeneca, anunciou o primeiro-ministro Mario Draghi nesta quinta após a decisão do regulador europeu de considerar essa vacina "segura e eficaz".

"O governo italiano dá as boas-vindas às declarações da EMA (Agência Europeia de Medicamentos). O fornecimento da vacina AstraZeneca será retomado a partir de amanhã", disse Draghi em um comunicado.

"A prioridade do governo continua sendo a de realizar a maior quantidade possível de vacinações no menor tempo possível", explicou na nota.

Cerca de quinze países, entre eles a Alemanha, Espanha, França e Itália, suspenderam nesta terça-feira por precaução o uso da vacina AstraZeneca depois que foram registradas aparições de trombose sanguínea em pessoas vacinadas.

As autoridades desses países decidiram esperar a decisão da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), que chegou à "conclusão científica" nesta quinta-feira de que é uma vacina "segura e eficaz", apesar de não descartar "definitivamente" um vínculo com problemas de coagulação excepcionais.

Segundo a Agência Italiana de Medicamentos (AIFA), após a decisão da EMA não há razões para suspender a vacinação, então a campanha será retomada na sexta-feira às 15h00 no horário local (11h00 em Brasília).

A Itália aplicou mais 7,2 milhões de doses da vacina desde o final de dezembro, mas apenas 2,2 milhões de pessoas receberam as duas doses, segundo dados do Ministério da Saúde.

bur-kv/jz/aa