Mercado abrirá em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    106.373,87
    -553,92 (-0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,01
    +1,19 (+1,42%)
     
  • OURO

    1.809,10
    -7,40 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    41.994,65
    -889,86 (-2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.004,44
    -21,29 (-2,08%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.544,06
    -67,17 (-0,88%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.320,00
    -275,75 (-1,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2938
    0,0000 (0,00%)
     

Itália adota novas restrições para não vacinados

·1 min de leitura
Paciente com Covid em UTI de Roma (AFP/Alberto PIZZOLI)

A Itália introduziu novas restrições para as pessoas que não estão vacinadas contra a covid-19, as quais não poderão acessar os restaurantes ou viajar de avião dentro do país, segundo as medidas que entraram em vigor nesta segunda-feira (10).

As pessoas que se recuperaram recentemente da covid-19 estão isentas dessa obrigação.

As restrições para os não vacinados foram adotadas devido ao aumento dos contágios, inclusive entre crianças.

A Itália também introduziu a vacinação obrigatória para as pessoas maiores de 50 anos na semana passada.

A abertura das escolas nesta segunda-feira gera debate dentro do governo, devido ao pedido dos diretores das escolas e do sindicato de médicos para que a volta às aulas seja adiada em pelo menos 15 dias.

O virologista Massimo Galli, do Hospital Sacco de Milão, classificou a abertura das escolas como uma decisão "imprudente e injustificada", enquanto o especialista em saúde pública Walter Ricciardi classificou a situação como "explosiva".

Mais de 1.000 municípios decidiram manter as escolas fechadas, segundo informações dos jornais locais.

A Itália, primeiro país europeu afetado pelo coronavírus no início de 2020, registrou cerca de 140.000 mortes.

Mais de 86% dos maiores de 12 anos foram vacinados e cerca de 15% das crianças de cinco a onze anos receberam a primeira dose.

As máscaras PFF2 são obrigatórias em teatros, cinemas, estádios esportivos e em todos os meios de transporte público.

bur-kv/zm/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos