Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.449,86
    -43,13 (-0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Israelense ICL compra divisão agrícola da Compass Minerals América do Sul por US$ 420 mi

·1 min de leitura
Bandeira com logo da ICL em fábrica da empresa no Mar Morto, em Israel

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia israelese de minerais especiais e químicos ICL anunciou nesta quinta-feira a conclusão da aquisição da divisão agrícola da Compass Minerals América do Sul, por aproximadamente 420 milhões de dólares.

O novo CEO da ICL América do Sul, Gustavo Vasques, disse em videoconferência com jornalistas que inovação e acesso a mercados foram dois atrativos que motivaram o investimentos na região.

"O setor agrícola vai continuar a crescer na América do Sul... E o nosso setor de nutrição vegetal e fisiologia é um setor com taxa de adoção muito grande entre os produtores", afirmou ele, ressaltando que as perspectivas são positivas para a próxima safra de grãos, mas evitou citar números.

Ele também ressaltou que a ICL pretende fazer investimentos em melhoria de capacidade produtiva das operações no Brasil.

Segundo a ICL, o negócio com a Compass somado às plantas já em operação levará a um total de oito unidades de produção no Brasil e uma força de vendas "considerável".

A companhia ainda informou que a unidade adquirida deve oferecer uma ampla gama de soluções para nutrição e estímulo de plantas, cobrindo todas as principais culturas brasileiras. Segundo Vasques, alguns dos cultivos atendidos são soja, café, algodão, cana e milho.

"A empresa está presente em 25 dos 26 Estados brasileiros e atende mais de 32 mil fazendas de forma indireta e direta, sendo esta última responsável ​​por aproximadamente 50% das vendas totais", afirmou a ICL.

(Por Nayara Figueiredo)