Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,99
    -0,16 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.814,60
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.931,43
    +1.514,79 (+3,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    977,06
    +50,30 (+5,43%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.081,75
    +8,25 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1183
    -0,0472 (-0,77%)
     

Israel negocia doação de sobras de vacinas da Pfizer a outros países

·1 minuto de leitura

No último domingo (4), Israel anunciou que está negociando com outros países um acordo para compartilhar vacinas que estão sobrando da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19. De acordo com as autoridades, as doses vencerão no dia 31 de julho e precisam de um destino útil.

Naftali Bennett, primeiro-ministro do país, afirmou que o Ministério da Saúde, o das Relações Exteriores e o Conselho de Segurança Nacional estão em negociação com Albert Bourla, CEO da Pfizer, para garantir mais doses a Israel e outros países.

<em>Imagem: Divulgação/Nelsonart/Envato Elements</em>
Imagem: Divulgação/Nelsonart/Envato Elements

Um porta-voz da Pfizer disse que a companhia está disposta a fazer acordos de doação de doses extras entre governos, garantindo que as vacinas protejam mais pessoas da COVID-19.

Israel lançou um dos programas de vacinação mais rápidos do mundo em dezembro, e hoje já conta com quase 90% da população com mais de 50 anos já imunizada, ou 60% de todos os habitantes. No entanto, considerando apenas a parcela dos israelenses aptos à vacinação, 20% ainda não receberam nenhuma dose.

Desde janeiro, as infecções pelo coronavírus foram reduzindo significativamente, mas com o surgimento da variante Delta os casos voltaram a aumentar no mês de junho, fazendo com que o país voltasse a exigir as medidas de prevenção adequadas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos