Mercado abrirá em 7 h 42 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,95
    +0,66 (+0,94%)
     
  • OURO

    1.762,20
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    42.377,95
    -3.445,72 (-7,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.057,15
    -77,23 (-6,81%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    23.984,00
    -115,14 (-0,48%)
     
  • NIKKEI

    29.956,69
    -543,36 (-1,78%)
     
  • NASDAQ

    15.070,50
    +61,00 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Israel levanta restrições de doação de sangue para homossexuais

·1 minuto de leitura
O ministro da Saúde de Israel, Nitzan Horowitz, em Jerusalém

Israel anunciou, nesta quinta-feira (19), que vai levantar as restrições de doação de sangue impostas especificamente aos homens homossexuais, seguindo os passos de vários países ocidentais, entre eles Reino Unido e França.

A partir de 1º de outubro, apenas as pessoas que "tiverem relações sexuais de alto risco com um novo ou vários companheiros" nos três meses anteriores estarão proibidas de doar sangue, sem distinção de orientação sexual, informou o ministério da Saúde em um comunicado.

Até agora, os homens homossexuais só podiam doar sangue após um ano de abstinência sexual.

"A proibição que pesava sobre os homens gays de doar sangue era um vestígio de um estereótipo pertencente ao passado", opinou o ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, que é assumidamente homossexual.

Até agora, para doar sangue os homens homossexuais podiam também congelar o plasma de seu sangue durante quatro meses para garantir a ausência de "doenças transmissíveis", segundo Magen David Adom, equivalente israelense da Cruz Vermelha, encarregada das doações de sangue no país.

A associação para a igualdade de pessoas LGBTQIA+ em Israel elogiou a decisão como "histórica para a comunidade do orgulho e para a sociedade israelense no caminho da igualdade".

jjm/cgo/rm/vg/me/mb/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos