Mercado abrirá em 4 h 9 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,84
    +0,48 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.786,90
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    50.093,26
    -432,69 (-0,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,71
    +3,60 (+0,28%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    24.269,74
    +272,87 (+1,14%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.393,00
    +0,75 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2684
    -0,0057 (-0,09%)
     

Israel e Jordânia fecham acordo para trocar energia solar por água dessalinizada

·1 min de leitura
Painéis solares cobrem telhados de edifícios em Amã, capital da Jordânia, em 12 de setembro de 2018 (AFP/Khalil MAZRAAWI)

A Jordânia fornecerá energia solar a Israel em troca de água dessalinizada, em virtude de um acordo contido em uma declaração de intenções assinada pelos dois países vizinhos nesta segunda-feira (22).

O documento, preparado sob os auspícios dos Estados Unidos, foi rubricado por ministros dos dois países durante a exposição universal de Dubai, Emirados Árabes Unidos, na presença do enviado especial dos Estados Unidos para o clima, John Kerry.

Este projeto é o "mais importante" desde a assinatura da paz entre os dois países em 1994, declarou em um comunicado a ministra israelense da Energia, Karine Elharrar.

Suas vantagens "não serão avaliadas unicamente em termos de eletricidade verde ou de água dessalinizada, mas também do ponto de vista do reforço das relações com o vizinho que tem a fronteira mais extensa com Israel", acrescentou.

A eletricidade virá de uma usina solar com capacidade para gerar 600 megawatts, que será construída, segundo a imprensa, pelos Emirados Árabes Unidos. Em troca, Israel entregará 200 milhões de metros cúbicos de água dessalinizada à Jordânia.

Os estudos de viabilidade devem começar em 2022.

Em outubro, Israel já tinha assinado um acordo para dobrar a quantidade de água fornecida à Jordânia, país que sofre com uma seca intensa e precisa de cerca de 1,3 bilhão de metros cúbicos por ano.

bur-mah/dm/fz/awa/bk/jvb/mb/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos