Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.816,90
    -18,90 (-1,03%)
     
  • BTC-USD

    41.872,52
    +1.810,87 (+4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Irritação de Pedro morre no vestiário, mas Flamengo vive ambiente pesado em tempos de convocação

·2 minuto de leitura

A inesperada reação do atacante Pedro ao ser substituído contra o Fortaleza ilustra bem o ambiente vivido no Flamengo em períodos de convocação. Depois de se desgastar com o atacante Gabigol, que não se apresentou ao clube para ter uma lesão reavaliada e foi direto se juntar à delegação da seleção brasileira, Pedro também teve uma atitude desrespeitosa e de indisciplina. No entanto, nesse caso não haverá multa.

Embora o jogador tenha saído de campo com a cara amarrada, chutado copo e jogado a caneleira longe. No vestiário, tudo se acalmou e foi visto como situação de jogo. O clima de emoção pela despedida de Gerson prevaleceu. Em nenhum momento Pedro expôs aos companheiros e à comissão técnica que o motivo do comportamento era o fato de não ter sido liberado para disputar a Olimpíada, como Rogério Ceni sugeriu.

— Acho desrespeitoso não só comigo, mas com o atleta que vai entrar. Não é da característica do Pedro, que é bom menino. Acho que essa coisa de seleção mexe com a cabeça do garoto. Acho uma cena lamentável, que não cabe mais no futebol — declarou o treinador.

No momento, o Flamengo considera a situação resolvida nos bastidores. Entende que Pedro queria ir para os Jogos, conforme disse à direção e a Ceni, mas se revoltou pela situação de jogo. Pelo fato de ter voltado ao time como titular e rendido menos que o esperado.

Por outro lado, o clube não esconde que o clima está pesado no seu dia a dia desde que entrou em conflito com a CBF para defender seus interesses e utilizar dois de seus principais jogadores. Depois de decidir não liberar Pedro para a Olimpíada, a diretoria previu que haveria um desgaste. Do lado de Ceni, a reação após Pedro se rebelar também é de quem está sob pressão. Entende o lado do atleta em querer jogar a Olimpíada, mas precisa dele.

Nesse contexto, a diretoria também pressiona e fica pressionada. Tanto que cobrou o STJD a manifestação da CBF para que Pedro seja desconvocado e tenha condição de jogo a partir do dia 1 de julho, quando a seleção olímpica se apresenta. O prazo para o posicionamento era até quarta-feira. O clube cobrou o órgão e aguada uma definição hoje para encerar o assunto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos