Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    -2,46 (-3,33%)
     
  • OURO

    1.812,40
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.288,67
    -1.798,14 (-4,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1438
    -0,0442 (-0,71%)
     

Irmãos desaparecem junto com R$18 bilhões em Bitcoin de seus clientes

·1 minuto de leitura
Irmãos sul-africanos sumiram com Bitcoins de clientes. (Foto: Getty Images)
Irmãos sul-africanos sumiram com Bitcoins de clientes. (Foto: Getty Images)
  • Dupla sul-africana sumiu com Bitcoins de clientes.

  • Eles operavam plataforma de investimentos.

  • Total desaparecido chega a R$18 bilhões.

Uma dupla de irmãos sul-africanos, fundadores da plataforma de investimentos em criptomoedas Africrypt, está desaparecida – junto com o equivalente a R$18 bilhões em Bitcoins de seus clientes.

Leia também:

A polícia do país investiga junto a uma firma de advogados contratada pelos clientes lesados pela dupla no que pode ser o maior golpe envolvendo criptomoedas da história. As informações são de reportagem da rede de notícias Bloomberg.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Inicialmente, os irmãos Ameer e Raees Cajee alegaram que a plataforma havia sofrido um ataque hackers que resultou na perda dos fundos dos clientes. Em um e-mail enviado a investidores, eles pediam para que advogados não fossem contatados – o que imediatamente levantou suspeitas.

Em seguida, os telefones dos irmãos, assim como o site da plataforma saíram do ar. Até agora, os clientes estão no escuro, e sem seus fundos. Acredita-se que os Bitcoins tenham sido enviados para múltiplas carteiras anônimas anônimas, que tornam o rastreio virtualmente impossível.

Atualmente, uma divisão de elite da polícia da África do Sul está trabalhando no caso em busca dos Bitcoins perdidos.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos