Mercado fechará em 1 h 45 min
  • BOVESPA

    107.270,33
    +1.023,18 (+0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.293,51
    +899,48 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,43
    +1,84 (+1,68%)
     
  • OURO

    1.839,40
    +23,50 (+1,29%)
     
  • BTC-USD

    30.255,94
    +1.309,47 (+4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    673,18
    +20,95 (+3,21%)
     
  • S&P500

    3.916,17
    -7,51 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    31.336,03
    -154,04 (-0,49%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.120,68
    -523,62 (-2,54%)
     
  • NIKKEI

    26.402,84
    -508,36 (-1,89%)
     
  • NASDAQ

    11.932,50
    -3,00 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1809
    -0,0374 (-0,72%)
     

Irmã de Thor na Marvel, Angela tem poder curioso entre deuses nórdicos

·2 min de leitura

A deusa Angela é hoje uma propriedade da Marvel e irmã de Thor, mas nem sempre foi assim. A personagem foi criada nas páginas da Image Comics e sua transferência à editora do Homem-Aranha permitiu o surgimento de um poder exclusivo entre os deuses asgardianos.

Em sua atual fase Marvel, Angela detém o pacote de poderes básicos de um deus nórdico, como força sobre-humana, resistência e quase invulnerabilidade. Mas em Guardians of the Galaxy (2015) nº 18, mostrou a capacidade de usar suas fitas de seu uniforme como membros mentalmente controlados, usando-os para estrangular, cortar e desarmar seus oponentes. Nnguém de Asgard além dela faz isso. É algo parecido com o que faz o Doutor Octopus, ou mesmo Spawn fazia com seu traje demoníaco.

Não mencionamos Spawn por acaso. Os leitores acima dos 40 anos lembram que Angela foi originalmente criada por Neil Gaiman (criador do Sandman) e Todd McFarlane como coadjuvante para a série do anti-herói. Depois, virou objeto de uma batalha legal entre McFarlane e Gaiman por seus direitos autorais. Gaiman ganhou a causa e mais tarde vendeu os direitos da heroína para a Marvel em 2013. Na casa nova, estreou naquele mesmo ano em Age of Ultron nº 10 de 2013.

Angela mostra seu poder com as fitas em Guardians of the Galaxy nº 18, da Marvel (Imagem: Reprodução/Marvel)
Angela mostra seu poder com as fitas em Guardians of the Galaxy nº 18, da Marvel (Imagem: Reprodução/Marvel)

As origens de Angela tiveram que ser reescritas na Marvel. Ela se tornou (mais uma) filha de Odin, e por conta de uma guerra entre Asgard e o reino oculto de Heven, foi dada como morta quando nova e criada por anjos do reino rival. Já adulta, conseguiu saber mais sobre sua herança asgardiana, mas também foi expulsa de Heven por uma falha no espaço-tempo. Desde então, teve muitas aventuras, incluindo aí sua adição aos Guardiões da Galáxia.

Em resumo, os escritores da Marvel decidiram que manter este poder incomum de Angela seria uma boa novidade para a personagem. A explicação para isso é que ela foi criada pelos anjos de Heven, por isso obteve bons que outros asgardianos não têm.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos