Mercado fechado

Irlau Machado Filho renuncia ao cargo de copresidente da Hapvida

SÃO PAULO (Reuters) - A Hapvida disse nesta terça-feira que Irlau Machado Filho apresentou sua renúncia à posição de copresidente da companhia, deixando Jorge Pinheiro como o único executivo à frente do grupo de serviços de saúde.

Machado foi presidente da NotreDame Intermédica de 2014 ao início deste ano e comandou a transação que levou à incorporação da empresa pela rival Hapvida, que era presidida por Pinheiro desde 2001.

O negócio, que criou uma gigante que atualmente vale 39,4 bilhões de reais na bolsa, foi concluído em fevereiro deste ano.

Machado também renunciou às outras funções que detém na Hapvida, como à cadeira no conselho de administração, segundo fato relevante ao mercado. As medidas têm efeitos a partir de 21 de janeiro do ano que vem e até lá o executivo continuará no exercício de suas funções, afirmou o grupo.

A decisão de Machado se "deve a propósitos e objetivos pessoais", acrescentou a Hapvida.

Machado e Pinheiro dividiram o comando da Hapvida nos últimos meses, com a tarefa de implementar a integração e captar as sinergias da transação envolvendo a Intermédica em um período de sinistralidade elevada no setor de planos de saúde.

No terceiro trimestre, a Hapvida teve lucro líquido ajustado de 679 milhões de reais, quase três vezes mais que o verificado um ano antes, ainda que avanços nas linhas de custos e despesas tenham preocupado analistas.

A ação da Hapvida acumula queda de 46,1% em 2022, enquanto o Ibovespa registra avanço de 4,7%.

A posição no conselho da Hapvida permanecerá vaga até que seja feita uma nova indicação, disse a Hapvida.

(Por Andre Romani)