Mercado fechado

IRB registra prejuízo de R$ 65,4 milhões em agosto

Sérgio Tauhata
·2 minuto de leitura

Dados mostram um faturamento bruto em agosto, em termos de prêmios emitidos, de R$ 697,6 milhões O IRB Brasil Re apresentou prejuízo líquido de R$ 65,4 milhões em agosto, segundo prévia enviada à Susep. O ressegurador afirmou no documento que, se for excluído o impacto dos negócios descontinuados, teria apresentado lucro líquido de R$ 73,8 milhões. Os números fazem parte da política da companhia de enviar relatórios mensais à Susep. “Ressalta-se que estes dados estão sujeitos a mudanças e não foram auditados”, informa o IRB em comunicado. Os dados mostram um faturamento bruto em agosto, em termos de prêmios emitidos, de R$ 697,6 milhões, mesmo nível de agosto de 2019. Desse total, R$ 357,6 milhões foram emitidos no Brasil e R$ 340 milhões no exterior. Houve crescimento de 11,7% no faturamento externo e uma queda de 9,4% nos prêmios emitidos no Brasil, na comparação com agosto do ano passado. Em termos de prêmios ganhos, o IRB registrou receita de R$ 663 milhões no período. O índice de sinistralidade, que considera as despesas com indenizações em relação ao faturamento, atingiu 89% em agosto. A despesa de sinistro, informa a companhia, atingiu R$ 593,8 milhões. Segundo o IRB, houve uma reversão da tendência observada no primeiro semestre de 2020, que apresentou uma sinistralidade de 108%. “Quando excluídos os sinistros dos negócios não continuados — cancelados e/ou não renovados — esse índice se situa em 56%”, diz o ressegurador. Já o índice de gastos externos, que inclui principalmente as comissões, situou-se em 22,4%. O de gastos internos, que considera as despesas administrativas em relação a receita, ficou em 4,6%. O índice de resultado financeiro e patrimonial alcançou 7,1% do faturamento de agosto. No oitavo mês do ano, o resultado de “underwriting” (subscrição) foi negativo em R$ 99,3 milhões, “devido à elevada sinistralidade dos negócios descontinuados no valor de R$ 263,1 milhões”. Reprodução internet