Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,70 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,75 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    +1,51 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.725,00
    -5,50 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    20.043,25
    -314,49 (-1,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,09
    -2,31 (-0,50%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.628,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1314
    -0,0365 (-0,71%)
     

IRB Brasil desaba mais de 20% após oferta de ações a R$1 por papel

SÃO PAULO (Reuters) - As ações do IRB Brasil desabavam nos primeiros negócios desta sexta-feira, após precificar na véspera uma oferta bilionária de ações a 1 real por papel, que representou um forte desconto em relação ao preço de fechamento da quinta-feira.

Às 10:24, os papéis da resseguradora caíam 22,86 %, a 1,08 real, na mínima até o momento.

O IRB levantou 1,2 bilhão de reais no follow-on, montante máximo previsto no prospecto da operação e que será usado para atender requisitos regulatórios.

O preço definido representou um desconto de 28,57% em relação ao fechamento da quinta-feira e de 50,25% em relação ao preço do papel quando houve o anúncio da oferta.

Para o analista Rodrigo Crespi, da Guide Investimentos, com o valor da operação, a companhia conseguirá se adequar às exigências de capital e provisão pelo regulador, porém com uma margem pequena para novos investimentos.

Em comentário enviado a clientes ele considerou o desfecho do follow-on negativo, chamando atenção para o desconto em relação ao preço no mercado.

Crespi também destacou que a entrada dessas novas ações a 1 real "pode significar um volume relevante de venda a mercado, gerando uma sobrevenda, ou até mesmo uma tendência negativa dos preços de mercado a se adequar ao preço das novas ações antes da sua efetiva liquidação para os investidores".

(Por Paula Arend Laier)