Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,27
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.774,80
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    34.762,16
    +1.168,30 (+3,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,65
    +51,04 (+6,49%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.353,75
    -0,50 (-0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8600
    -0,0023 (-0,04%)
     

Irônico: Alta fidelidade do Apple Music não funciona com AirPods

·2 minuto de leitura
Irônico: Alta fidelidade do Apple Music não funciona com AirPods
Irônico: Alta fidelidade do Apple Music não funciona com AirPods

A Apple anunciou nesta terça-feira (18/05) que, em breve, os usuários do Apple Music terão acesso a novos recursos de alta fidelidade, como o Lossless (sem perdas), em mais de 75 milhões de faixas musicais da biblioteca. Há um porém: os usuários dos badalados AirPods não poderão desfrutar da novidade.

O pessoal do 9to5Mac entrou em contato com a Maçã para saber exatamente quais dispositivos poderão efetivamente curtir a alta fidelidade (que pode ser habilitada em qualquer um via configurações, mas não significa que vai funcionar), e ficou surpreso com a resposta. “Lossless não funciona por Bluetooth”.

Isso significa, em palavras mais simples, que para conseguir aproveitar ao máximo as músicas com alta fidelidade, o usuário da Apple que esvaziou o bolso para comprar seus AirPods também precisará ter fones de ouvido com fios. E não adianta tentar conectar o cabo Lightning de 3,5 mm nos AirPods Max, pois, segundo a Apple, “eles atualmente não oferecem suporte a formatos de áudio digital no modo com fio”.

O recurso que sobrou para os usuários do AirPods, que também está entre as novidades, é o chamado Spatial Audio (Áudio Espacial) com Dolby Atmos. De acordo com a Apple, este está habilitado para funcionar qualquer em modelo de AirPods ou Beats com chip W1 ou H1, e também pode ser liberado de forma manual para outros fones de ouvido.

Limitação à alta fidelidade

A limitação aos recursos de alta fidelidade, como o Lossless, nos AirPods, tem explicação técnica. As faixas disponíveis na biblioteca do Apple Music são codificadas com uma taxa de bits de 256 kbps, que não é considerada ‘qualidade de estúdio’ e, portanto, aceitável em qualquer fone de ouvido. Já com o recurso Lossless, a taxa de bits passa para a chamada ‘qualidade de CD’, que é de 16 bits / 44,1 kHz, ou 1.411 kbps.

A tecnologia Bluetooth, por sua vez, pode alcançar até 2.000 kbps de velocidade, mas em condições perfeitas. Ou seja: no mundo real, é preciso considerar um número bem mais baixo do sinal, que é afetado por interferências, distâncias e largura de banda. São esses fatores que, de acordo com a Apple, impedem o sistema de alta fidelidade funcionar com os AirPods.

A fabricante informou que o recurso Lossless, portanto, só funcionará em fones de ouvido com fio (exceto os já citados AirPods Max), o Hi Res Lossless (ainda mais puro) exigirá um fone de ouvido com fio conectado a um DAC externo, e o Spatial Audio abrangerá a gama total de fones de ouvido.

Segundo a empresa de Cupertino, a Apple Music Lossless também não está nos planos para futuras gerações de AirPods, e não funcionará com outros dispositivos da marca, como HomePod ou HomePod mini. O áudio espacial, por sua vez, também estará disponível em Macs compatíveis.

Via 9to5Mac

Imagem: Hostaphoto/Unsplash/CC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos