Mercado abrirá em 1 h 52 min
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,51
    +0,05 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.778,80
    +12,00 (+0,68%)
     
  • BTC-USD

    60.709,16
    -2.086,90 (-3,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.349,45
    -31,50 (-2,28%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    7.018,99
    +35,49 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.002,25
    -11,75 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7291
    +0,0080 (+0,12%)
     

IPO da Mater Dei pode movimentar cerca de R$2 bi

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A oferta inicial de ações (IPO) da rede de atendimento hospitalar Mater Dei pode movimentar cerca de 2 bilhões de reais, segundo o prospecto preliminar da operação divulgado nesta terça-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O montante considera a venda integral do lote base ofertado e que cada ação será vendida por 24 reais, no ponto médio da faixa estimativa definida pelos coordenadores, de 21,80 a 26,20 reais por papel.

Do montante financeiro total estimado, cerca de 1,64 bilhão de reais corresponde à emissão de ações novas, a oferta primária, cujos recursos a Mater Dei pretende usar para aquisições de rivais menores e de startups, além de custear a construção de novos hospitais.

O restante da oferta, coordenada por BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA, JPMorgan e Safra, será de ações detidas na empresa por 14 investidores pessoas físicas, que vão vender uma fatia no negócio.

A fixação do preço por ação na oferta está prevista para 12 de abril, com os papéis estreando no pregão da Bovespa em 14 de abril, negociadas pelo ticker MATD3.

Criada em 1980 e com sede em Belo Horizonte, a Mater Dei tem 1.081 leitos hospitalares distribuídos em três unidades, localizadas na região metropolitana da capital mineira.

(Por Aluísio Alves)