Mercado fechará em 1 h 27 min
  • BOVESPA

    122.056,20
    +1.707,41 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.255,93
    +363,65 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,16
    -0,20 (-0,38%)
     
  • OURO

    1.836,80
    +6,90 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    35.644,65
    -414,23 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    693,65
    -41,49 (-5,64%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.862,77
    +288,91 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    28.242,21
    -276,97 (-0,97%)
     
  • NASDAQ

    12.811,25
    +9,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3661
    -0,0265 (-0,41%)
     

iPhone XS ainda vale a pena?

Felipe Junqueira
·6 minuto de leitura

Nem todo mundo pode comprar um celular topo de linha atual. Para aqueles que ainda querem um smartphone potente, com tela, desempenho e câmeras de ótima qualidade, olhar para um modelo de anos anteriores pode ser uma boa ideia. Nesse sentido, um iPhone XS ainda pode valer muito a pena nesta virada de 2020 para 2021.

Nos próximos parágrafos, você revê todos os aspectos deste modelo de 2018 da Apple e para entender se ele comprá-lo ainda é um bom negócio atualmente.

iPhone XS: preço

Oficialmente, o iPhone XS não está mais à venda na loja da Apple, mas ainda há muito estoque do aparelho no varejo físico e online Brasil afora, com preços que podem começar em cerca de R$ 4.800 atualmente. Não é pouca coisa, mas quando olhamos para tudo o que este celular entrega, até que dá para pensar em encarar.

Lembrando que um dos maiores pontos de vantagem do iPhone é sua baixa desvalorização com o tempo, mesmo usado. Assim, você pode investir no XS agora para vendê-lo a um preço bom lá na frente e reinvestir em um modelo mais atual.

iPhone XS: design

iPhone XS já tem câmera dupla, e sem o módulo que ficou conhecido como 'cooktop' (Imagem: Reprodução/Kay/Unsplash)
iPhone XS já tem câmera dupla, e sem o módulo que ficou conhecido como 'cooktop' (Imagem: Reprodução/Kay/Unsplash)

O iPhone XS foi o último a sair antes da criação do chamado ‘cooktop’, como ficou conhecido o módulo das câmeras do iPhone 11, reaproveitado no 12. Além disso, o acabamento em vidro brilhante também deu lugar a um vidro fosco nos modelos mais novos. Ou seja, se você prefere a traseira brilhante e ainda não está pronto para a câmera que parece um fogão, o modelo 2018 pode ser o ideal. Cores: dourado, prata e cinza-espacial.

De resto, pouca coisa mudou de lá para cá. A tela segue com poucas bordas e um recorte na parte superior para abrigar sensores de luz e proximidade, Face ID, câmera de selfies e outros. O conector Lightning ainda é o utilizado pela Apple atualmente, e o XS já não tinha o P2 para fone de ouvido. E foi mantida a resistência à água a uma profundidade de dois metros por até 30 minutos.

Um extra que pode ser interessante lembrar: qualquer unidade do iPhone XS que você comprar, mesmo ainda embalada, vai acompanhar cabo e carregador. O iPhone 11 corre o risco de vir sem, bem como o SE (2020) e o XR, todos presentes na lista de celulares sem acessórios da Apple desde setembro de 2020.

iPhone XS: tela

Para quem gosta de celular compacto, com tela não muito grande, o iPhone XS é um prato cheio. São 5,8 polegadas em um display OLED Super Retina HD, com qualidade de imagem muito boa por conta dos cerca de 458 pixels por polegada. O display ainda traz o 3D Touch e suporte a HDR.

Enfim, a qualidade não fica muito atrás das gerações mais novas de celulares da Apple. E é uma tela melhor do que muito smartphone Android mais recente.

iPhone XS: hardware e software

iPhone XS tem especificações poderosas (Imagem: Reprodução/Omid Armin/Unsplash)
iPhone XS tem especificações poderosas (Imagem: Reprodução/Omid Armin/Unsplash)

O iPhone XS tem o chip A12 Bionic em seu interior, uma plataforma que em 2020 para 2021 ainda é capaz de rodar em alta performance praticamente qualquer jogo disponível na App Store. Além disso, o modelo já vem com 4 GB de memória RAM, e é capaz de executar todas as tarefas mais comuns sem nenhum problema.

O celular ainda tem a segunda geração do Neural Engine da Apple, que está atualmente na quarta e apresentou avanço considerável, mas se você não usa recursos muito exigentes de inteligência artificial e afins, não vai sentir nenhuma dificuldade com o iPhone XS.

Com relação ao sistema, o dispositivo tinha o iOS 12 quando foi lançado, mas é compatível com o iOS 14 e ainda deve receber pelo menos mais duas atualizações do sistema operacional da Apple antes de perder o suporte aos updates. Nesse sentido, você fica mais tranquilo que grande parte dos usuários Android.

iPhone XS: câmera

A câmera do iPhone XS é muito boa, mas é talvez o ponto em que houve maior avanço desde 2018 nos celulares Apple. O conjunto duplo traz uma grande-angular (lente com abertura e aproximação tradicionais, a mais comum em smartphones) de 12 MP e uma teleobjetiva de 12 MP, com aproximação óptica de até 2x e digital de até 10x. O modelo ainda conta com dupla estabilização óptica de imagem.

Entre os recursos, a própria Apple destaca modo retrato com efeito Bokeh avançado, com controle de profundidade, iluminação de retrato com seis efeitos ( (Luz Natural, Luz de Estúdio, Luz de Contorno, Luz de Palco, Luz de Palco Mono, Luz Brilhante Mono) e HDR Inteligente para fotos. A gravação de vídeo pode ser feita em 4K a até 60 quadros por segundo.

Nas selfies, a câmera TrueDepth de 7 MP tem quase todos os recursos da traseira, mas grava vídeos em até 1080p a 60 fps.

Um recurso que está presente nos modelos mais novos e ficou de fora do iPhone XS é o modo noturno, que aumenta a claridade ao mesmo tempo e que reduz ruídos nas fotos com pouca luz.

iPhone XS: bateria

Câmera dupla do iPhone XS tem formato 'semáforo' (Imagem: Rperodução/Matthias Oberholzer/Unsplash)
Câmera dupla do iPhone XS tem formato 'semáforo' (Imagem: Rperodução/Matthias Oberholzer/Unsplash)

Bateria sempre foi um assunto um pouco delicado no iPhone. O XS tem uma média de uso que fica em cerca de 14 horas em reprodução de vídeo e até 60 horas em reprodução de áudio, um pouco menos do que os modelos mais recentes. De qualquer forma, é suficiente para um dia inteiro para boa parte dos usuários.

Em tecnologia, o modelo de 2018 já em suporte à recarga sem fio via Qi e também pode ser conectado a um carregador rápido de 20 W para ter até 50% da capacidade de bateria preenchida em 30 minutos.

iPhone XS: vale a pena?

Lançado em 2018, o iPhone XS ainda pode ser uma ótima opção de celular novo para uma grande parte dos usuários atualmente. Com suporte garantido às atualizações de sistema do iOS e ótimo conjunto geral, o ainda consideravelmente alto preço cobrado pelo aparelho já é bem mais palatável do que o de modelos da própria Maçã que não trazem avanços tão grandes na comparação do dia a dia.

A maior desvantagem para modelos mais novos da própria Apple talvez seja a ausência alguns recursos de câmera mais recentes, com o modo noturno como um dos que deve fazer mais falta. A bateria nas gerações mais novas também promete um tempo de uso maior, mas a diferença deve ser tão signfiicativa, visto que a do iPhone XS ainda é suficiente para um dia para boa parte dos usuários.

Caso esses avanços não sejam tão importantes para você, pode ser uma ótima ideia economizar um bom dinheiro e levar o ótimo iPhone XS para casa.

Qual a sua opinião sobre o iPhone XS? Conte-nos na caixa de comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: