Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.667,78
    +440,32 (+0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.151,38
    -116,95 (-0,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,59
    +0,37 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.802,60
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    49.757,18
    +1.189,64 (+2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    979,60
    -35,32 (-3,48%)
     
  • S&P500

    3.925,43
    +44,06 (+1,14%)
     
  • DOW JONES

    31.961,86
    +424,51 (+1,35%)
     
  • FTSE

    6.658,97
    +33,03 (+0,50%)
     
  • HANG SENG

    29.718,24
    -914,40 (-2,99%)
     
  • NIKKEI

    29.671,70
    -484,33 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.324,25
    +22,25 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5791
    -0,0314 (-0,47%)
     

iPhone dobrável pode ser criado em parceria com a LG

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

Fontes da indústria mobile ouvidas pelo site taiwanês Digitimes revelaram nesta quarta-feira (17) que a LG estaria trabalhando com a Apple para desenvolver um painel para o futuro iPhone dobrável. A LGD (sigla para LG Display) é a divisão da sul-coreana responsável pela produção de displays e um dos maiores nomes do setor no que diz respeito a telas flexíveis.

Segundo as informações, as duas fabricantes trabalham apenas em um protótipo, ou seja, ainda é cedo para afirmar se a marca sul-coreana será a responsável pela tela do iPhone inédito ou se a Apple contrataria a Samsung para o trabalho. Apesar disso, esse é mais um indício de que a Maçã pretende se aventurar em breve no mercado de smartphones dobráveis.

Considerando que o projeto ainda estaria na fase de inicial, o futuro iPhone com tela dobrável não deve chegar ao mercado neste ano, o que reforça rumores de que o celular só chegaria às lojas em 2023 — vale lembrar que a Apple tem um histórico de apostar em uma ideia após amadurecida na indústria. De fato, o segmento dobrável ainda está ganhando força, portanto a Gigante de Cupertino teria algum tempo para "aprender" com as concorrentes e desenvolver uma solução mais acertada, pode-se assim dizer.

Importante considerar, também, que a LG Display é a segunda maior fabricante de telas OLED do mundo, atrás apenas da Samsung Display, então não seria uma surpresa se a Apple trabalhasse com a sul-coreana no iPhone dobrável. A parceria também reduziria a dependência da Maça em relação à Samsung, que vem sendo a principal fornecedora de telas dos iPhones há anos.

Recentemente, a LG apresentou um celular com tela enrolável, mas ele pode nunca chegar ao mercado devido à crise financeira gigantesca que a divisão mobile da empresa vem enfrentando nos últimos anos — inclusive, há rumores de que a fabricante abandone o segmento de smartphones para focar em outros setores, incluindo o de telas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: