Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.833,91
    -1.187,31 (-1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

iPhone 8 Plus: ainda vale a pena comprar?

·6 minuto de leitura

Lançado em 2017, o iPhone 8 Plus ainda é um dos smartphones mais procurados para quem procura entrar no ecossistema da Apple. Isso porque o aparelho, mesmo com quatro anos de vida, continua recebendo atualizações do iOS, tem desempenho decente para a maioria dos aplicativos e jogos da App Store, câmeras decentes e uma construção premium.

Outro ponto que chama atenção dos usuários é o preço: por já ter deixado de ser vendido há algum tempo, a melhor forma de comprar o iPhone 8 Plus é de terceiros, ou seja, usado — dessa maneira, ele pode ser encontrado por preços entre R$ 1.500 e R$ 2.000, conforme uma pesquisa rápida na plataforma de venda e troca de produtos OLX.

Mas, afinal, vale a pena entrar no ecossistema da Apple começando pelo iPhone 8 Plus? Nesse artigo eu vou tentar responder essa pergunta!

Prós

  • Visual elegante e bem construído;

  • Desempenho ainda é ótimo;

  • Câmeras decentes;

  • Tela pequena pode agradar.

Contras

  • Bordas mais espessas;

  • Bateria pode não durar um dia.

iPhone 8 Plus: construção e design

Os iPhones sempre tiveram um design único, inclusive sendo copiado por muitas fabricantes na produção de seus produtos. O iPhone 8 Plus foi o último modelo da Apple antes da era dos notches e das telas “infinitas”, portanto ainda temos bordas espessas e desbloqueio por Touch ID no botão Home.

Essa aparência mais clássica ainda deve agradar muitos usuários, principalmente os que não curtem o grande notch dos iPhones mais recentes. Particularmente, acho o visual dos iPhones mais antigos bem mais interessante e original que o design atual — embora entenda que a indústria precisa evoluir.

(Imagem: Marcin Nowak/Unsplash)
(Imagem: Marcin Nowak/Unsplash)

Com relação à construção, temos vidro como material predominante e alumínio nas laterais. A certificação IP67 também é um dos destaques, garantindo resistência à água até um metro de profundidade por 30 minutos. Mesmo após quatro anos de vida, o iPhone 8 Plus tem um corpo tão premium quanto de alguns aparelhos topos de linha mais atuais.

Mesmo após quatro anos de vida, o iPhone 8 Plus ainda é um smartphone premium, com visual único e construção resistente.

iPhone 8 Plus: qualidade da tela

A tela do iPhone 8 Plus também não faz feio, embora já tenhamos conjuntos muito melhores atualmente. Ele tem um painel IPS LCD de 5,5 polegadas, menor que basicamente todos os celulares Androids atuais, e resolução Full HD. A qualidade é ainda é interessante considerando o seu tempo de vida e deve agradar aos usuários que não curtem displays grandes.

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Além disso, a Apple garante que o iPhone 8 Plus tem painel revestido de íons, garantindo uma proteção extra contra quedas, além de uma camada oleofóbica, que evita marcas de dedos na tela.

Um ponto que pode ser considerado atualmente são as bordas consideravelmente espessas em relação aos aparelhos mais novos. Obviamente, estamos falando de um smartphone lançado há quatro anos, portanto essa é uma característica que precisa ser considerada se você está pensando em adquirir um aparelho mais antigo.

O iPhone 8 Plus ainda tem uma tela muito interessante quatro anos após o lançamento, mas é preciso considerar as bordas consideravelmente mais espessas que a maioria dos smartphones mais atuais.

iPhone 8 Plus: configurações e desempenho

É de conhecimento geral que a Apple sabe fazer hardwares voltados ao longo prazo. O iPhone 8 Plus, por exemplo, é equipado com um chipset A11 Bionic de seis núcleos e placa gráfica de três núcleos. Completam as especificações: “apenas” 3 GB de RAM e opções com até 256 GB de armazenamento interno, sem possibilidade de expansão via cartão de memória.

(Imagem: Zana Latif/Unsplash)
(Imagem: Zana Latif/Unsplash)

Mesmo com números considerados inferiores em relação à maioria dos smartphones Android, o iPhone 8 Plus ainda tem fôlego para rodar muitos aplicativos e jogos da App Store, loja online da Apple. Entretanto, é importante considerar que a eficiência do chipset tende a cair conforme os anos, portanto acredito que ele ainda tenha pouco mais de um ano de uso sem muitos problemas de desempenho.

A bateria também é outro ponto a se considerar na hora de comprar um smartphone mais antigo. O iPhone 8 Plus tem apenas 2.691 mAh, capacidade muito inferior em relação aos aparelhos mais recentes. Ou seja, é muito provável que você não deva conseguir passar do primeiro dia de uso com tranquilidade.

Ainda com relação à autonomia, é importante ficar atento à saúde da bateria do iPhone, principalmente se você for adquirir um produto usado. Isso porque, assim como acontece com todos os smartphones, a bateria envelhece com o tempo, comprometendo a autonomia.

Vale mencionar também que o iPhone 8 Plus continua sendo atualizado pela Apple mesmo após quatro anos. Como a Maçã garante entre quatro a cinco grandes atualizações do iOS para seus aparelhos, o atual iOS 15 deve ser a última versão compatível com a oitava geração do iPhone — ou seja, ele continua atualizado até, pelo menos, setembro do ano que vem.

iPhone 8 Plus: conjunto fotográfico

A Apple sempre foi bastante elogiada por suas câmeras e o iPhone 8 Plus era considerado uma das referências em 2017. Ele é equipado com duas câmeras traseiras, sendo uma principal de 12 MP, abertura de f/1.8, foco automático e estabilização óptica de imagem (OIS), e uma telefoto, também de 12 MP, com zoom de 2x.

(Imagem: Marcin Nowak/Unsplash)
(Imagem: Marcin Nowak/Unsplash)

O conjunto ainda consegue tirar boas fotos tanto em ambientes ensolarados quanto noturnos, sem contar com o famoso modo retrato e filmagens em até 4K a 60 quadros por segundo (fps). Além disso, a câmera frontal traz 7 MP e suporte para HDR.

Uma das ausências que pode fazer falta atualmente é a câmera ultrawide, que chegou aos iPhones apenas com o iPhone 11. Além disso, o iPhone 8 Plus não faz fotos macro.

iPhone 8 Plus: ainda vale a pena comprar?

Apesar de o iPhone 8 Plus ainda ser um smartphone competente mesmo após quatro anos do lançamento, eu só o recomendaria se você estiver pensando em entrar no ecossistema da Apple e esteja com o orçamento muito apertado.

Em minhas pesquisas, encontrei o iPhone 8 Plus seminovo entre R$ 1.800 e R$ 2.000, um preço considerado baixo quando falamos de iPhone, porém ainda alto para um aparelho que deve durar cerca de um ano de meio, no máximo. Isso porque o iOS 15 deve ser a última grande atualização do modelo, sem contar com a falta de suporte da Apple após mais de cinco anos de vida.

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Contudo, antes de sair comprando um iPhone 8 Plus usado após a leitura desse texto, é importante ficar atento a algumas dicas:

  1. A primeira delas, obviamente, é a conservação do smartphone. Geralmente, por fotos é possível ter uma dimensão do estado do produto, mas pergunte sobre tempo de uso, arranhões nos lugares mais incomuns ou qualquer detalhe que possa prejudicar a aparência. Além disso, no caso dos iPhones é imprescindível saber como está a saúde da bateria;

  2. Outra dica é sobre onde comprar. Atualmente existem sites como Trocafone e Sou Barato que oferecem garantia em todos os celulares, além do próprio Mercado Livre, o qual devolve o seu dinheiro se o produto não for entregue;

  3. Caso você opte por negociar com pessoas físicas, através do marketplace do Facebook ou da plataforma OLX, sempre escolha locais de encontro movimentados e nunca transfira o valor do produto antes de encontrar com o vendedor.

Caso você esteja com um orçamento menos apertado e puder gastar até R$ 2.500, minha recomendação é optar pelo iPhone SE (2020), que entrega desempenho de iPhone 11 e visual de iPhone 8. Além disso, por ser um modelo mais recente, provavelmente deve receber atualizações do iOS por, pelo menos, mais quatro anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos