Mercado fechado

iPhone 8 da Apple tem lançamento tímido na Ásia

iPhone 8 em loja da Apple em Cingapura 22/08/2017 REUTERS/Edgar Su

SYDNEY/TÓQUIO (Reuters) - O lançamento do iPhone 8 da Apple começou com um clima menos animado na Ásia, em comparação com estreias anteriores, com os fãs esperando o modelo top de linha iPhone X, que será lançado no início de novembro.

Centenas de pessoas geralmente se reúnem na loja da Apple em Sydney, com filas desdobrando a esquina em uma das principais ruas da cidade, quando uma nova versão do produto é lançada. Mas havia menos de 30 pessoas no local antes da abertura da loja nesta sexta-feira, de acordo com uma testemunha da Reuters.

Enquanto o número de pessoas que fazem filas nas lojas da Apple caiu ao longo dos anos devido a muitos optarem por compras online, o fraco comparecimento no início das vendas do recente iPhone se deve parcialmente às críticas ruins.

Mazen Kourouche, que foi o primeiro da fila depois de passar 11 dias do lado de fora da loja para que pudesse comprar e avaliar o produto no YouTube, disse que houve modestos aprimoramentos.

"É muito parecido com o iPhone 7, mas tira fotos em 4k e 60 quadros por segundo, e tem uma novo revestimento de vidro, em vez do metal, o que o torna aparentemente mais durável", disse ele à Reuters. "Não há muitas ferramentas novas nesse aqui."

Na China, uma fiel cliente da Apple disse que a câmera melhorada foi uma das razões pelas quais ela comprou o novo dispositivo.

"Eu esperei até a meia-noite para assistir ao evento de lançamento com meu namorado para aprender o que há de novo neste iPhone. Sua função de fotografia é muito boa. Então eu acho que devo mudar sem hesitação", disse a consumidora Ta Na, em Xangai .

As menções ao iPhone 8 e ao iPhone X na popular rede social chinesa Weibo, um indicador de interesse do consumidor, foram menores do que os níveis observados nos dois lançamentos anteriores.

Comentários ruins sobre o iPhone 8, lançado 10 anos depois da primeira versão do celular revolucionário, derrubou as ações da empresa para mínimas de quase dois meses, a 152,75 dólares na quinta-feira, com os investidores preocupados com o número de encomendas do aparelho, muito menor que o de lançamentos anteriores.

O iPhone 8 só atenderá aqueles que querem uma nova versão, mas não querem pagar 999 dólares pelo iPhone X, disse o editor de tecnologia da iTWire.com, Alex Zaharov-Reutt, que não fez fila para o lançamento.

O iPhone X é um dispositivo de vidro e aço inoxidável com uma tela infinita que o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, chamou de "o maior salto desde o iPhone original".

"Eu acho que vai ser mais animado com mais pessoas com o iPhone X", disse Ray Yokoyama, depois de comprar um iPhone 8 em Tóquio.

(Por Paulina Duran, Jill Gralow e James Redmayne em Sydney, Teppei Kasai em Tóquio, Jiang Xihao em Xangai, Joyce Zhou em Peq1uim e Pak Yiu em Hong Kong)