Mercado abrirá em 7 h 3 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,02
    +0,43 (+0,39%)
     
  • OURO

    1.812,00
    -3,90 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.044,90
    -949,39 (-3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    646,88
    -23,80 (-3,55%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.065,90
    -578,38 (-2,80%)
     
  • NIKKEI

    26.363,49
    -547,71 (-2,04%)
     
  • NASDAQ

    11.904,50
    -31,00 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2312
    +0,0129 (+0,25%)
     

iPhone 14: produção pode ser antecipada devido aos lockdowns na China

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Apple deve iniciar a produção da linha iPhone 14 antes do calendário habitual. Temendo novos lockdowns por conta da Covid-19 na China, a marca solicitou que a parceira Foxconn começasse o recrutamento de trabalhadores para a montagem dos dispositivos.

Conforme o chinês United Daily News, a Foxconn iniciou uma grande campanha de recrutamento para a fábrica na cidade chinesa de Zhengzhou nesta semana. A ação é vista como algo atípico, visto que ela acontece muito antes do pico de produção usual dos iPhones.

Fontes da indústria citam que a fornecedora parceira da Apple aumentou os bônus em 30% como meio de atrair mais trabalhadores. Aparentemente, a empresa taiwanesa tem uma alta necessidade de atender a demanda de pedidos da marca norte-americana.

Foxconn estaria ampliando o número de vagas na instalação em Zhengzhou, na China (Imagem: Divulgação/Foxconn)
Foxconn estaria ampliando o número de vagas na instalação em Zhengzhou, na China (Imagem: Divulgação/Foxconn)

Evitando atrasos na produção

Além de estarem ligadas à contínua procura pela linha iPhone 13, as novas contratações da Foxconn demonstram a preocupação da Apple com os recentes lockdowns na China. As paralisações podem impactar severamente na demanda inicial do iPhone 14, previsto para chegar às lojas em setembro.

Até o momento, a fábrica em Zhengzhou ainda não foi afetada pelas restrições do governo chinês devido à alta dos casos de Covid-19. Algo que justifica a empresa norte-americana ter incentivado o aumento da capacidade de produção na instalação.

Na semana passada, a Apple falou brevemente sobre os problemas de fornecimento por conta dos lockdowns na China durante a conferência sobre os resultados financeiros. Fato que teria forçado a marca a reduzir significativamente a produção de iPhones em 2022.

Para mais, a Apple pode estar trabalhando para evitar o que aconteceu com o iPhone 12. Lançados em outubro de 2020, os dispositivos atrasaram em mais de um mês por conta da pandemia e a estreia da linha aconteceu de forma escalonada.

Produção do MacBook Pro está sendo retomada aos poucos após o lockdown em Xangai (Imagem: Molly Flores/Mashable)
Produção do MacBook Pro está sendo retomada aos poucos após o lockdown em Xangai (Imagem: Molly Flores/Mashable)

Retorno das atividades em outras fábricas

Nesta quarta-feira (4), o MacRumors noticiou que a Quanta, fornecedora parceira da Apple, está retomando gradualmente a produção de MacBook Pro na fábrica em Xangai. O retorno às atividades aconteceu após o relaxamento das restrições na cidade chinesa.

Como esperado, a paralisação aumentou significativamente o prazo de entrega de novos pedidos de notebooks da Apple. Algo que a empresa está buscando contornar nas próximas semanas para conseguir atender os clientes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos