Mercado fechará em 6 h 35 min
  • BOVESPA

    117.709,05
    +511,23 (+0,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,77 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,48
    -0,28 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.721,90
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    20.129,90
    +193,62 (+0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,05
    -0,36 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,43 (-0,14%)
     
  • FTSE

    6.984,23
    -68,39 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.608,00
    -15,75 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1256
    -0,0106 (-0,21%)
     

iPhone 14 Pro mostra grande evolução em teste oficial do AnTuTu

Faltando pouco mais de 3 dias para chegar às lojas, o iPhone 14 Pro e 14 Pro Max mostraram o poder do chip A16 Bionic, desta vez em testes oficiais divulgados pelo AnTuTu. Apesar de não superar a pontuação do Snapdragon 8 Plus Gen 1 — fato já esperado se considerarmos que situação semelhante ocorreu com gerações anteriores —, a nova plataforma da Apple mostrou uma evolução respeitável frente ao A15 Bionic, especialmente em gráficos.

Segundo os dados do benchmark, o iPhone 14 Pro atinge pontuação de 978.147, enquanto o iPhone 14 Pro Max chega a 972.936, uma evolução notável de cerca de 18,8% em comparação ao iPhone 13 Pro e 13 Pro Max, que chegam a 823.024 e 831.172 pontos, respectivamente. Outro ponto interessante é que os resultados confirmam os codinomes vistos anteriormente: o "iPhone 15,2" é o 14 Pro, enquanto o "iPhone 15,3" é o 14 Pro Max.

O iPhone 14 Pro e 14 Pro Max quebram recordes do mundo Apple no AnTuTu, chegando muito próximo a 1 milhão de pontos (Imagem: AnTuTu)
O iPhone 14 Pro e 14 Pro Max quebram recordes do mundo Apple no AnTuTu, chegando muito próximo a 1 milhão de pontos (Imagem: AnTuTu)

Analisando cada aspecto avaliado pelo teste, o AnTuTu indica que CPU e GPU são as características que mais evoluíram na nova geração, com a unidade central de processamento apresentando avanços de 17% e o chip gráfico evoluindo impressionantes 28% — o maior salto em GPU da Apple em anos recentes, como destaca o próprio benchmark.

Curiosamente, a gigante de Cupertino ignorou a evolução gráfica significativa do novo chipset durante o anúncio do componente, limitando-se a afirmar que o A16 Bionic seria "40% mais poderoso que a concorrência". Além de ajustes na arquitetura e do uso da litografia de 4 nm da TSMC, o aumento de 50% na largura de banda da memória, especialmente para a GPU, deve ser um dos fatores a colaborar para o avanço observado nos resultados.

Segundo comparativo do AnTuTu, o iPhone 14 Pro entrega CPU 17% melhor e GPU 28% superior em comparação ao iPhone 13 Pro (Imagem: AnTuTu)
Segundo comparativo do AnTuTu, o iPhone 14 Pro entrega CPU 17% melhor e GPU 28% superior em comparação ao iPhone 13 Pro (Imagem: AnTuTu)

Os números obtidos pelo AnTuTu são consistentes com o visto nos resultados vazados no banco de dados do Geekbench 5, onde o lançamento mostra um avanço modesto de 10% em single-core, junto a um salto mais marcante de cerca de 14% em multi-core — vale notar que esses números foram especificamente obtidos pela CPU, já que os testes de GPU não foram realizados.

Eficiência do A16 Bionic deve ser ponto chave

Mesmo com o alto desempenho, a Apple deixou claro durante o lançamento do iPhone 14 que optou por focar em eficiência com o novo processador, fazendo promessas ousadas em comparação aos rivais do mundo Android. De acordo com a gigante, os núcleos do A16 Bionic consumiram apenas 1/3 da energia consumida pelo "núcleo de alta eficiência dos concorrentes". Não está claro a qual rival nem a qual núcleo exato a fabricante se referia.

Além dos ganhos notáveis de desempenho, o Apple A16 Bionic promete ser um campeão de eficiência energética, entregando autonomia de bateria ímpar (Imagem: Apple)
Além dos ganhos notáveis de desempenho, o Apple A16 Bionic promete ser um campeão de eficiência energética, entregando autonomia de bateria ímpar (Imagem: Apple)

Ainda assim, é razoável esperar que os novos aparelhos batam recordes de autonomia, especialmente quando consideramos que o iPhone 13 Pro Max já se posicionava no topo de testes de bateria apesar de apresentar uma célula de energia menor que a de outros aparelhos. Unindo o chip mais eficiente com tanques ligeiramente maiores, o iPhone 14 Pro e principalmente o iPhone 14 Pro Max devem seguir o caminho dos antecessores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: