Mercado fechará em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    117.023,09
    +792,98 (+0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.781,02
    -265,56 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,66
    +1,14 (+1,32%)
     
  • OURO

    1.720,90
    -9,60 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    20.193,92
    +240,35 (+1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,71
    -0,70 (-0,15%)
     
  • S&P500

    3.780,45
    -10,48 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.581,00
    -59,75 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1369
    -0,0310 (-0,60%)
     

iPhone 14 pode ter comunicação via satélite para emergências

Rumores de que o iPhone 14 pode estrear com tecnologia de comunicação via satélite para emergências circulam há vários meses nos bastidores da Apple. Nesta semana, os analistas Ming-Chi Kuo e Mark Gurman, fontes confiáveis sobre assuntos da Maçã, trouxeram atualizações sobre o possível novo recurso dos smartphones e, até mesmo, do Apple Watch.

Segundo o artigo de Ming-Chi Kuo no Medium, os frequentes desastres naturais e conflitos geopolíticos nos últimos anos mostram a necessidade da comunicação via satélite se tornar uma tecnologia obrigatória em celulares. A função permitirá que usuários possam enviar mensagens de texto e voz durante uma emergência em zonas sem sinal de celular.

O analista comenta que a Apple realizou e concluiu testes de hardware relacionados a esse formato de comunicação antes do início da produção em massa do iPhone 14. Contudo, o serviço ainda depende da Maçã e das operadoras conseguirem criar um modelo de negócio benéfico para as duas partes.

Para mais, Kuo cita que o desenvolvimento da tecnologia para comunicação via satélite foi concluído antes do lançamento do iPhone 13. Entretanto, como o modelo de negócio ainda não havia sido discutido, o recurso não foi adicionado aos telefones lançados em 2021.

Recurso de comunicação via satélite não será uma exclusividade do iPhone (Imagem: LetsGoDigital/TechnizoConcept)
Recurso de comunicação via satélite não será uma exclusividade do iPhone (Imagem: LetsGoDigital/TechnizoConcept)

Novidade não será uma exclusividade

O analista diz não ter uma previsão para o lançamento do suporte para comunicação via satélite. Contudo, ele acredita que isso eventualmente acontecerá devido a recentes movimentações que ocorreram na indústria.

Kuo cita que a MediaTek já realizou demonstrações de envio de mensagens via satélite com smartphones com tecnologia 5G. Bem como, a Huawei deve apresentar a nova série Mate 50 com serviço de mensagens de emergência via satélite através do sistema BDS (BeiDou Navigation Satellite).

Tudo isso prova que esse deve ser um recurso básico em smartphones no futuro e, obviamente, a Apple pretende incluí-lo nos iPhones. Então, a marca estuda fechar uma parceria com a operadora GlobalStar e criar em um ecossistema de serviços via satélite.

Além do iPhone, recurso de comunicação via satélite pode chegar ao Apple Watch (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)
Além do iPhone, recurso de comunicação via satélite pode chegar ao Apple Watch (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Indo além do iPhone

Na newsletter Power On desta semana, Mark Gurman sugere que as artes com tema espacial do evento "Far Out" podem ser uma dica sobre a inclusão da comunicação via satélite no iPhone 14. Então, o recurso apelidado internamente como “Mensagem de Emergência via Satélite” seria revelado junto aos novos telefones no dia 7 de setembro.

O jornalista cita que a tecnologia seria uma evolução da atual função do iPhone e Apple Watch que liga para os serviços de emergência e fornece a localização do usuário. Então, a Apple estaria planejando algo que combinaria as redes 5G e a comunicação via satélite para que o telefone possa servir como uma ferramenta global para socorro.

Gurman também diz que a Maçã estaria discutindo internamente estender o recurso ao Apple Watch. O serviço se tornaria um dos atrativos das futuras versões da suposta variante Apple Watch Pro, voltada para praticantes de esportes radicais.

Por fim, complementando o que foi dito por Kuo, o especialista cita a possível parceria entre a Apple e a GlobalStar. Então, ele destaca que a empresa de telecomunicações está preparando as bases de “uma nova e importante iniciativa” com lançamento ainda em 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: