Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.306,89
    -3,21 (-0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

iPhone 14 Plus é muito caro e não deve vender tão bem quanto esperávamos; entenda

iPhone 14 Plus é muito caro e não deve vender tão bem quanto esperávamos; entenda
iPhone 14 Plus é muito caro e não deve vender tão bem quanto esperávamos; entenda

O iPhone 14 Plus da Apple não vai estabelecer nenhum recorde de vendas, ao menos segundo as primeiras análises. Na verdade, o modelo “Plus” da nova geração está atrás do iPhone 13 Mini quando se fala de vendas projetadas. Mas afinal, o que aconteceu para que um lançamento como esse se tornasse menos atrativo?

O iPhone 14 Plus é simplesmente muito caro

Por enquanto, os resultados de pré-venda para o iPhone 14 e 14 Plus são piores que os do iPhone SE 3 e iPhone 13 mini, de acordo com o analista Ming-Chi Kuo em um post de blog.

“O iPhone 14 Plus é um substituto para o iPhone 13 mini. No entanto, os resultados de pré-venda para este novo produto foram significativamente inferiores do que o esperado, o que significa que a estratégia de segmentação de produtos da Apple para modelos padrão falhou neste ano.”

Na realidade, o problema é muito mais simples do que imaginávamos: o preço é alto demais para as especificações do novo smartphone. O iPhone 14 Plus custa R$ 8.599 no Brasil, um valor bem alto, mas é até compatível com um smartphone premium recém lançado (se não existisse o iPhone 14 Pro).

O iPhone 14 Pro custa apenas R$ 900 a mais que o Plus

Apple lança iPhone 14 Pro e 14 Pro Max com Dynamic Island, A16 Bionic e novas câmeras
Apple lança iPhone 14 Pro e 14 Pro Max com Dynamic Island, A16 Bionic e novas câmeras / Divulgação: Apple

Na prática, se o usuário quer pagar caro em um smartphone premium, outros modelos trazem maior custo benefício. Se você quiser gastar menos em um iPhone 14, que traz uma tela menor enquanto mantém quase todas as demais especificações idênticas ao “Plus”, você economiza R$ 1.000.

Caso você opte por algo melhor, o iPhone 14 Pro exige um investimento adicional de R$ 900 para atingir seu preço de lançamento de R$ 9.499. Vale destacar que a versão “Pro” da nova geração de iPhones da Apple traz um novo chip A16 Bionic e uma série de outros recursos que o modelo “Plus” não tem. Naturalmente, parece uma diferença de preço baixa para se conseguir uma quantidade considerável de benefícios.

Leia também:

Além do novo processador que traz uma melhor eficiência energética, a nova linha Pro dos smartphones da Apple trazem também uma tela Always-On e a famosa Dynamic Island. De acordo com os números de Kuo, o iPhone 14 Pro Max provou ser o modelo de iPhone mais popular até o momento, apesar de ser o mais caro, indicando que os consumidores estão optando pelas versões “Pro” em vez das mais básicas com o chip A15 Bionic do ano passado.

Além disso, se você quer pagar menos em um iPhone com tela maior, a linha do iPhone 13 ainda é uma ótima opção, especialmente quando as especificações quase não mudaram para o iPhone 14 e 14 Plus. Sendo assim, pode valer mais a pena comprar um iPhone 13 Pro Max.

iPhone 14 Plus impulsiona vendas dos modelos Pro

De qualquer maneira, a Apple pode muito bem ter lançado um modelo Plus com um preço anormalmente elevado pelo que ele oferece como uma estratégia para vender mais iPhones 14 Pro e Pro Max. No final das contas, o iPhone 14 Plus ainda deve agradar um nicho de consumidores que não podem gastar tanto em um smartphone da linha Pro, mas que busca um modelo atual com uma tela maior.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!