Mercado abrirá em 9 h 10 min

iPhone 14 e 14 Plus podem ser abertos pela traseira, facilitando reparo

De acordo com vídeos e desmontes, a Apple fez uma reestruturação nos novos iPhone 14 e iPhone 14 Plus, que agora podem ser abertos também pela parte traseira. Dessa forma, eles acabam sendo os primeiros modelos desde o iPhone 4S com essa possibilidade, o que deve facilitar consideravelmente o reparo de alguns componentes.

Até então era necessário abrir o telefone pela parte da tela, aplicando uma fonte de calor e usando uma ventosa para remover o painel. Um técnico mais descuidado poderia, sem querer, acabar danificando o display, um dos componentes mais caros de um celular.

Com a abertura pela tampa traseira, trocar somente o vidro quebrado é mais fácil, mais barato e também mais ecológico que anteriormente. Aparentemente, eles também podem ser abertos pela frente, caso seja necessário.

Nos iPhone 12 e iPhone 13, se for preciso trocar o vidro traseiro, o técnico tem que instalar uma peça chamada "iPhone Rear System", que é essencialmente um componente com quase todas as peças do aparelho, com exceção da câmera traseira e de sua tela. Por outro lado, outros modelos com vidro quebrado eram substituídos completamente.

Preço do reparo da tampa traseira do iPhone 14 Plus é de 199 dólares (Imagem: Reprodução/Apple)
Preço do reparo da tampa traseira do iPhone 14 Plus é de 199 dólares (Imagem: Reprodução/Apple)

Apenas a título de curiosidade, o reparo do vidro traseiro do iPhone 14 custa 169 dólares (cerca de R$ 885), enquanto a do iPhone 14 Plus será 199 dólares (~R$ 1.040). Considerando o preço de 449 dólares e 549 dólares (em torno de R$ 2.615 e R$ 2.875) para os irmãos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max, respectivamente, é provável que eles não tenham essa característica.

Os iPhone 14, 14 Pro e 14 Pro Max terão vendas iniciadas nesta sexta-feira (16), enquanto os interessados no iPhone 14 Plus precisarão esperar até o dia 7 de outubro para terem acesso ao aparelho. Ainda não há informações sobre a data de venda no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: