Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    50.022,34
    +315,37 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

iPhone 12 representa mais de 60% das vendas de smartphones Apple nos EUA

Renan da Silva Dores
·2 minuto de leitura

Mais recente topo de linha da Apple, o iPhone 12 mescla elementos de modernidade e múltiplas cores com o visual quadrado clássico do iPhone 4s, oferecendo o que a empresa tem de melhor. Além de maior adoção dos paineis OLED, antes exclusivos das variantes Pro, os aparelhos da família se destacam pelo desempenho elevado do chip A14 Bionic e por câmeras mais robustas.

Conforme indica recente estudo da agência Consumer Intelligence Research Partners (CIRP), as novidades oferecidas pela linha iPhone 12 conquistaram os consumidores norte-americanos e já representam a maior parte das vendas da gigante de Cupertino nos EUA, segundo dados referentes ao segundo trimestre fiscal de 2021, que compreende os meses de janeiro a março.

iPhone 12 representa 61% dos iPhones vendidos

De acordo com a pesquisa, os aparelhos da linha iPhone 12 representaram 61% das vendas de smartphones da Apple somente no mês de março. O iPhone 12 tradicional é o mais popular, sendo responsável por pouco mais de 20% da receita, seguido então pelo iPhone 12 Pro Max, com porcentagem semelhante.

A família iPhone 12 representou 61% das vendas de iPhones em março (Imagem: Reprodução/CIRP)
A família iPhone 12 representou 61% das vendas de iPhones em março (Imagem: Reprodução/CIRP)

O modelo Pro apresentou desempenho mais modesto, atingindo algo em torno de 10%, enquanto o iPhone 12 mini teve o pior resultado da família, sendo responsável por cerca de 5% das vendas. Essa é a segunda pesquisa a indicar que o celular compacto da Apple não tem se saído bem, e rumores já apontam que a fabricante pode abandonar a ideia de uma variante mini em 2022.

Os dados também revelam que o iPhone 11, modelo padrão da geração anterior, segue entre os favoritos. Após perder espaço para os celulares mais recentes, o antigo topo de linha voltou a apresentar números expressivos, representando algo em torno de 24% dos iPhones vendidos. Como resultado, o preço médio de venda caiu, indo de US$ 873 para US$ 847.

Macs com Apple M1 superam modelos com Intel

Ainda nesta semana, informações oficiais divulgadas pelo próprio CEO da Apple, Tim Cook, indicam que os novos MacBooks com chip Apple M1 também avançaram significativamente no mercado. A revelação foi feita durante o evento Spring Loaded, realizado na última terça-feira (20).

Os MacBooks com Apple M1 também cresceram no mercado, e podem já ter superado os modelos com chips Intel (Imagem: Divulgação/Apple)
Os MacBooks com Apple M1 também cresceram no mercado, e podem já ter superado os modelos com chips Intel (Imagem: Divulgação/Apple)

Cook não demonstrou números detalhados, mas garantiu que os modelos com M1 já superam as versões com processadores Intel. Uma reunião com investidores está marcada para a próxima quarta-feira (28), na qual dados detalhados deverão ser mostrados. No mais, a chegada do novo iMac, bem como a estreia da opção roxa do iPhone 12, devem turbinar as vendas dos celulares e computadores mais recentes da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: