Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    46.302,31
    +338,06 (+0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

iPhone 12 deve ganhar bateria externa com conexão magnética

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

A Apple está para lançar acessórios e baterias externas que se conectam ao celular via MagSafe. De acordo com publicação do site Bloomberg, a gigante comandada por Tim Cook trabalha no item há cerca de um ano e pretende apresentá-lo ao mercado antes do próximo grande evento da companhia.

Quando lançado, o MagSafe mostrou um vasto leque de possibilidades de uso — incluindo a capacidade facilitar recargas sem fio. Os novos acessórios, que devem ser acrescentados à loja oficial da marca dentro nas próximas semanas, incluiriam uma capa e uma carteira integrados a uma bateria extra, muito semelhantes aos produtos já disponíveis no portfólio da fabricante.

Na prática, a experiência de uso dos acessórios remete ao que foi implementado na linha Moto Z, introduzida em 2016: basta encostar e ajustar o dispositivo na traseira do celular para fornecer a carga complementar. Entretanto, os protótipos apresentam diferentes modalidades de add-on, não necessariamente tão robustos quanto os reforços de energia disponíveis para a linha da Motorola.

Conceito do acessório de bateria extra da Apple. (Imagem: Reprodução/9to5 Mac)
Conceito do acessório de bateria extra da Apple. (Imagem: Reprodução/9to5 Mac)

A publicação alega que um dos protótipos retardou a estreia dos produto por apresentar problemas durante o desenvolvimento. Nos laboratórios, o MagSafe se mostrou resistente o bastante para segurar a reserva na traseira, mas um erro de software gerava alertas falsos de superaquecimento. Além disso, a Apple também estaria contornando inconvenientes provocados pela troca de modos de uso do celular, com ou sem a bateria extra.

Desde a introdução do MagSafe, a bateria extra já podia ser vista no horizonte. A tecnologia permite ajuste fácil e consideravelmente forte para segurar acessórios magnéticos e carregadores sem fio. Naturalmente, para contornar a autonomia não tão grande dos celulares Apple, a carga complementar seria uma solução rentável para a marca e agradável aos seus consumidores.

A companhia não deve se restringir aos poucos itens disponíveis e deve investir em versões próprias de produtos vendidos na concorrência. Gurman menciona que a fabricante discute internamente sobre a inclusão de acessórios para uso em veículos, mas o projeto não chegou foi muito longe.

Marcas concorrentes já trabalham em acessórios compatíveis com MagSafe. (Imagem: Belkin/Divulgação)
Marcas concorrentes já trabalham em acessórios compatíveis com MagSafe. (Imagem: Belkin/Divulgação)

Recarga reversa? Não tão cedo

Uma ideia resgatada de 2019 também deu as caras: a Apple chegou a comentar sobre o sistema de recarga reversa para fornecimento de energia a AirPods, Apple Watches e outros iPhones; mas o recurso ainda está em fase embrionária e pode não ser disponibilizado tão cedo — tão pouco para a versão do MagSafe contida no iPhone 12.

A Apple deve continuar integrando o sistema de imãs nos próximos lançamentos da companhia e ampliá-los para mais dispositivos do ecossistema, ou pelo menos estender suas possibilidades. Ainda não há informações concretas sobre os próximos acessórios e usos do MagSafe; mas a Apple não deve demorar para adicionar novos produtos ao mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: