Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,35
    +0,13 (+0,16%)
     
  • OURO

    1.816,40
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    16.961,63
    -227,26 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,44
    -4,71 (-1,16%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.044,50
    -18,25 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4673
    +0,0708 (+1,31%)
     

iPhone 11 ou iPhone 12 | Qual comprar na Black Friday?

O Apple iPhone 11 e o iPhone 12 estão entre os smartphones mais procurados desta Black Friday. Mas qual comprar entre os dois, já que se tratam de modelos com mais de dois anos de vida? Comparei os dois e trago, nos próximos parágrafos, o resultado.

A Black Friday 2022 acontece tradicionalmente na última sexta-feira de novembro, mas nossa equipe do Canaltech Ofertas já está separando as melhores ofertas de produtos de todas as categorias. Portanto, já deixo o convite para você acompanhar nossa página para não perder nenhuma promoção.

Design: mudanças muito bem-vindas

  • iPhone 11: 150.9 x 75.7 x 8.3 mm, 194 gramas;

  • iPhone 12: 146.7 x 71.5 x 7.4 mm, 164 gramas.

O iPhone 11 e o 12 não representaram uma mudança significativa no visual da linha, mas houve algumas diferenças muito bem-vindas, destacando o modelo mais novo. O iPhone 12 aposta na nostalgia ao trazer uma carcaça que lembra os iPhones 4 e 5, principalmente à moldura com cantos menos arredondados.

Essa mudança favoreceu muito na pegada do modelo mais novo, já que o deixou cerca de 30g mais leve, um milímetro mais fino e quase quatro milímetros menor que o iPhone 11, tudo isso mantendo o tamanho da tela.

iPhone 12 tem a mesma tela do 11, mas é mais fino, leve e menor que o irmão (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
iPhone 12 tem a mesma tela do 11, mas é mais fino, leve e menor que o irmão (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Apesar das diferenças estruturais, os dois smartphones são bem parecidos no visual, com a presença do notch e o módulo fotográfico com duas câmeras. Resistência contra poeira e água até 30 minutos também está presente em ambos, sem falar do suporte a carregamento sem fio e NFC, para pagamentos por aproximação.

Tela: salto gigantesco na imagem

  • iPhone 11: 6,1 polegadas, Liquid Retina IPS LCD, 828 x 1792 pixels;

  • iPhone 12: 6,1 polegadas, Super Retina XDR OLED, HDR10, Dolby Vision, 1170 x 2532 pixels.

Com relação à tela, o iPhone 11 e o 12 possuem 6,1 polegadas, como comentei acima, mas o modelo mais novo tem uma qualidade muito superior por ter tecnologia Super Retina XDR (mais conhecida como OLED), contra a Liquid Retina IPS LCD do irmão.

Tela do iPhone 11 é LCD, contra OLED do 12 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Tela do iPhone 11 é LCD, contra OLED do 12 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Por se tratar de uma tela OLED, o celular de 2020 garante melhor contraste sem comprometer demasiadamente o brilho, além de oferecer um ângulo de visão maior. A resolução, o pico de brilho com HDR, a densidade de pixels (ppi) também são superiores no smartphone.

Caso ache grande a tela de 6,1 polegadas, talvez o iPhone 12 mini seja uma opção mais válida, pois tem uma ‘telinha’ de 5,4 polegadas. A qualidade da imagem, porém, se mantém.

Resumindo, o iPhone 12 é uma evolução muito bem-vinda em design e tela. É mais leve, fino e bem construído, além de trazer uma tela OLED de muita qualidade.

Desempenho: ótimas experiências e iOS atualizado

  • iPhone 11: A13 Bionic, GPU 4-core, 4 GB de RAM, até 256 GB de armazenamento, iOS 16;

  • iPhone 12: A14 Bionic, GPU 4-core, 4 GB de RAM, até 256 GB de armazenamento, iOS 16.

Em desempenho, houve o salto geracional que esperamos dos iPhones todo o ano, portanto não é novidade dizer que o modelo mais recente é mais rápido que o antigo em praticamente tudo.

Chipset A14 Bionic do iPhone 12 ainda dá conta do recado (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Chipset A14 Bionic do iPhone 12 ainda dá conta do recado (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Apesar da diferença entre os dois não ser tão perceptível quando falamos de fluidez de sistema — pois o iOS é muito otimizado mesmo nos celulares da Apple mais antigos —, o iPhone 12 ainda deve aguentar jogos mais pesados e aplicações rigorosas por mais tempo sem apresentar cansaço.

O iPhone 11, por sua vez, continua bem interessante apesar da idade, mas já comecei a notar um certo cansaço em algumas tarefas, principalmente jogos. Além disso, o aparelho esquenta com frequência em cenários que demandam mais poder de processamento, o que já acusa seu tempo de uso.

Basicamente, se você estiver procurando um iPhone para passar, no mínimo, mais três anos, o iPhone 12 deve dar conta do recado porque seu chipset A14 Bionic ainda é excelente em qualquer tarefa do dia a dia.

Câmeras: gravação de vídeo faz a diferença

  • iPhone 11: 12 MP, f/1.8 (principal); 12 MP, f/2.4 (ultrawide); 12 MP, f/2.2 (frontal);

  • iPhone 12: 12 MP, f/1.6 (principal); 12 MP, f/2.4 (ultrawide); 12 MP, f/2.2 (frontal).

Por muito tempo, a Apple manteve as câmeras dos iPhones inalteradas, apenas adicionando recursos para justificar o upgrade. Nas gerações de 2019 e 2020, aconteceu exatamente isso, com os dois tendo sensores de 12 MP.

Por ser mais novo, o iPhone 12 veio com uma abertura maior no sensor, permitindo uma maior entrada de luz e, consequentemente, maior qualidade em ambientes com pouca iluminação. O pós-processamento do chipset A14 Bionic também recebeu melhorias, oferecendo melhores modos retrato e noturno.

Além disso, o celular de 2020 suporta vídeos com Dolby Vision HDR, coisa que o iPhone 11 nem sonha em fazer. E a gravação de vídeos se manteve com resolução máxima 4K em até 60 frames por segundo (fps) com todas as câmeras.

Galeria de fotos do iPhone 11

Galeria de fotos do iPhone 12

Bateria e carregamento: similares na autonomia

Bateria é sempre um assunto delicado quando falamos de iPhone. Os dois modelos em pauta não são campeões em duração de bateria, mas foram eles que começaram a mudar a má fama da Apple nesse departamento.

Basicamente, você deve conseguir um dia inteiro com os dois smartphones dependendo do que você utiliza. O iPhone 12 tem 5G e tela OLED, porém traz um chipset teoricamente mais econômico, enquanto o iPhone 11 tem display LCD e chipset mais antigo. Por ser mais velho, o modelo 11 deve sofrer um pouco mais para se manter de pé.

Um diferencial do celular de 2020 é o suporte ao carregamento sem fio MagSafe, feito por magnetismo. Nesse modo, ele recarrega a até 15 W de potência, contra apenas 7,5 W no modo sem fio tradicional. O iPhone 11 só possui o método comum de wireless charging.

Carregamento MagSafe, presente no iPhone 12 (Imagem: Daniel Romero/Unsplash)
Carregamento MagSafe, presente no iPhone 12 (Imagem: Daniel Romero/Unsplash)

iPhone 11 ou iPhone 12: qual vale a pena na Black Friday?

Por que comprar o iPhone 11?

  • Preço mais acessível.

Por que comprar o iPhone 12?

  • Tela melhor;

  • Desempenho melhor;

  • Mais atualizações do iOS;

  • Câmeras melhores;

  • Bateria melhor.

Recomendo o iPhone 12 em vez do iPhone 11 porque penso, inicialmente, na longevidade. Você vai pagar um pouco mais caro no modelo, mas levará para casa um celular com tela OLED, duas ótimas câmeras para redes sociais, desempenho ainda excelente para todas as tarefas e iOS atualizado por mais tempo.

Outro ponto que chama atenção é que, com os iPhone 13 e 14 já no mercado, o 12 teve uma boa queda de preço nas últimas semanas. Segundo o comparador de preços Zoom, a diferença entre o 12 e o 11 é de apenas R$ 400, o que considero muito válido para levar todos os benefícios.

A compra do iPhone 11 só é recomendada se você encontrá-lo na faixa de preço do iPhone SE 2022, ou seja, menos de R$ 3.000.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: