Mercado fechará em 41 mins
  • BOVESPA

    123.345,84
    +1.545,05 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.007,98
    +139,66 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,22
    -2,73 (-3,69%)
     
  • OURO

    1.819,60
    +2,40 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    39.705,20
    -1.125,22 (-2,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    971,43
    +10,54 (+1,10%)
     
  • S&P500

    4.396,65
    +1,39 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.915,99
    -19,48 (-0,06%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.985,75
    +30,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1190
    -0,0690 (-1,12%)
     

Ipea revisa para cima previsão de PIB do agro em 2021, mas alerta para crise hídrica

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou para cima nesta quarta-feira a projeção do PIB do setor agropecuário para 2021, apontando um crescimento de 2,6%, mas alertou em relatório que a crise hídrica pode afetar o desempenho do setor agrícola nacional.

"No que se refere à produção vegetal, a ocorrência de choques climáticos adversos no Centro-Sul, e a possibilidade de adoção de medidas restritivas ao uso da água para a lavoura --em função da necessidade de poupar o recurso para a geração de energia hidrelétrica-- pode afetar negativamente as estimativas para alguns produtos", disse o boletim de conjuntura do Ipea.

Não ficou imediatamente claro se a questão hídrica terá impacto para o PIB de 2021, assim como as culturas eventualmente afetadas.

A previsão anterior do Ipea (de março) indicava um crescimento de 2,2% do setor do agronegócio neste ano.

O Ipea prevê para 2021 um avanço de 2,7% no valor adicionado da produção vegetal e 2,5% na produção animal.

Na produção vegetal, as culturas de destaque são soja (alta na produção de 9,4%), arroz (2,8%) e trigo (27,9%).

Na produção animal, o Ipea espera um crescimento generalizado na produção: bovinos (0,9%), suínos (6,8%), aves (6,5%), leite (3,2%) e ovos (2,3%).

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos