Mercado abrirá em 2 h 10 min

Saiba o que é o IPCA e como ele impacta na sua vida

O Banco Central se utiliza do IPCA (Getty Images)

Um dos índices mais importantes da economia brasileira é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que acompanha a variação dos preços no comércio para o consumidor final. Medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o IPCA é o índice oficial de inflação e deflação no país.

Como o IPCA é calculado?

O IPCA é calculado, em geral, entre o primeiro e o último dia do mês de referência, levando em consideração estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço, domicílios (aluguel), concessionárias de serviço público e internet.

Leia também

De acordo com o IBGE, a população-objetivo do IPCA abrange as famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, residentes nas áreas urbanas das regiões de abrangência do SNIPC (Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor).

São consideradas as regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, além do Distrito Federal e dos municípios de Goiânia e Campo Grande.

IPCA reflete na política de juros do Banco Central

O IPCA é utilizado pelo Banco Central, como forma de medir a inflação. À partir desses dados, em conjunto com o Conselho Monetário Nacional (CMN), verifica-se se a inflação está alta e se as metas de inflação estipuladas estão sendo cumpridas.

O IPCA de 2018 foi maior do que o do ano anterior

O IPCA acumulado em 2018 ficou em 3,75%, 0,80 ponto percentual acima dos 2,95% registrados em 2017.

O índice de 2018 foi influenciado, especialmente, pelas despesas com produtos e serviços dos grupos Habitação, com alta de 4,72% e impacto de 0,74 pontos percentuais., Transportes, com alta de 4,19% e 0,76 p.p. e Alimentação e Bebidas, com alta de 4,04% e 0,99 p.p.. Juntos, estes três grupos somam 2,49 p.p., responsáveis por 66% do IPCA.