Mercado abrirá em 9 h 59 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,36
    +0,45 (+1,00%)
     
  • OURO

    1.808,10
    +3,50 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    19.038,32
    -81,99 (-0,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,24
    +9,49 (+2,57%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.942,78
    +354,58 (+1,33%)
     
  • NIKKEI

    26.647,58
    +481,99 (+1,84%)
     
  • NASDAQ

    12.161,00
    +85,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4003
    +0,0034 (+0,05%)
     

IPC-S desacelera nas 7 capitais na 3ª medição de outubro, aponta FGV

·1 minuto de leitura

Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo registram uma diminuição na alta de preços Tânia Rêgo/Agência Brasil A desaceleração da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), para 0,79%, na chamada terceira quadrissemana de outubro, vindo de 1,01% na leitura imediatamente anterior, a segunda do mês, foi verificada nas sete capitais pesquisadas, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) em relatório. As cidades em que a FGV faz coleta — e nas quais houve recuo da inflação, virada para queda de preços ou maior deflação em relação à leitura imediatamente anterior — são: Salvador (0,74% para 0,54%), Brasília (1,06% para 0,83%), Belo Horizonte (1,40% para 1,16%), Recife (1,02% para 0,80%), Rio de Janeiro (0,99% para 0,71%), Porto Alegre (0,81% para 0,65%) e São Paulo (1,06% para 0,85%). A próxima apuração do IPC-S, relativa ao encerramento de outubro, será divulgada no dia 3 de novembro, com segmentação regional no dia seguinte.