Mercado abrirá em 6 h 56 min

IPC-S aumenta para 0,25% na terceira medição de novembro

Valor

Avanço foi mais expressivo do que aquele apurado na segunda prévia, de 0,10% A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) acelerou para 0,25% na terceira prévia de novembro, depois de registrar alta de 0,10% na apuração anterior, conforme levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Creative Commons/joaogbjunior/Pixabay

Sete das oito classes de despesa observadas pressionaram o índice. A maior alta partiu de Habitação, que deixou elevação de 0,04% na segunda medição de novembro para 0,23% no levantamento seguinte, puxado por eletricidade residencial (-0,47% para 0,88%).

Também registraram acréscimo na passagem da segunda para a terceira leitura de novembro os grupos Despesas diversas (1,03% para 1,98%), Educação, leitura e recreação (0,06% para 0,29%), Transportes (0,17% para 0,23%), e Vestuário (0,25% para 0,30%). Mudaram de rumo Alimentação (-0,10% para 0,06%) e Comunicação (-0,07% para 0,01%).

Somente o grupo saúde e cuidados pessoais (0,28% para 0,26%) apresentou abrandamento em sua taxa de variação. Nesta classe de despesa contribuiu o item aparelhos médico-odontológicos (0,48% para 0,15%).