Mercado fechado

IPC-S acelera em 3 de 7 capitais na segunda semana de novembro

Valor

Outras quatro seguem com deflação, mostra FGV A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) acelerou em três das sete capitais acompanhadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na segunda semana de novembro. O indicador subiu 0,10% nessa leitura, de 0,01% na primeira semana do mês.

A cidade de São Paulo liderou o avanço ao passar de 0,18% para 0,33% entre a primeira e segunda semana do mês. Os grupos de despesas diversas e de habitação puxaram a alta ao acelerarem de 0,33% para 1,12% e de -0,29% para 0,13%, respectivamente.

Belo Horizonte refletiu a variação do IPC-S geral ao acelerar de 0,01% para 0,10%. Na capital mineira, também influenciaram no avanço os grupos despesas diversas (0,69% para 1,01%) e habitação (-0,48% para -0,17%).

Ainda pressionou o IPC-S a cidade de Porto Alegre (0,05% para 0,16%).

No mesmo sentido, mas em campo negativo, tiveram deflação menor Recife (-0,18% para -0,04%) e Brasília (-0,23% para -0,01%).

O avanço do IPC-S foi moderado pela deflação maior nas cidades de Salvador (-0,14% para -0,19%) e Rio de Janeiro (-0,01% para -0,04%).