Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,02
    +0,14 (+0,20%)
     
  • OURO

    1.869,20
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    40.484,44
    +1.679,30 (+4,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.002,43
    +33,59 (+3,47%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.119,50
    -5,25 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1346
    +0,0031 (+0,05%)
     

iPad Pro 2021 limita uso de memória para todos os apps

·2 minuto de leitura
iPad Pro 2021 limita uso de memória para todos os apps
iPad Pro 2021 limita uso de memória para todos os apps

Os novos iPad Pro 2021 trouxeram grandes melhorias para a linha ao incluírem não só o chip Apple M1, como 8 GB ou até 16 GB de memória RAM. Os tablets da Maçã, até então, possuíam no máximo 6 GB, mas a empresa sempre otimizou seu software para que isso não fosse problema. Porém, quem pensa que todos os apps podem aproveitar a memória extra, se enganou.

O aplicativo Procreate comunicou no Twitter que aparentemente a Apple está limitando o uso da memória RAM no iPad Pro para os apps. Ela não entra em números, mas poderíamos estar falando em um consumo máximo de 5 GB. O curioso é que a limitação estaria ocorrendo tanto no modelo com 8 GB, como no de 16 GB.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Pode soar sem sentido limitar o recurso de hardware de forma que ambas versões acabem por ter o mesmo desempenho. De todo modo, a limitação parece impactar o uso de memória por cada app no iPad Pro 2021. Ou seja, é bem possível que com o multi-janelas funcionando, o usuário consiga deixar dois apps rodando, cada um podendo consumir seus 5 GB, chegando a 10 GB no total — aí o modelo de 16 GB poderia levar vantagem.

Recursos seriam destraváveis pela Apple

A limitação seria uma implementação no iPadOS, ou seja, poderia ser modificado via software. Mas cabe destacar que tanto os tablets da Maçã como os celulares sempre ofereçam performance de sobra mesmo trabalhando com menos RAM que o Android. Assim, é bastante difícil que este ajuste da Apple acabe por prejudicar o uso de alguém.

Com um eventual desbloqueio futuro, a Apple poderia considerar, com o tempo, a demanda de mais memória conforme os apps mais avançados de vídeo e imagens são atualizados. Assim, quem sabe, este ajuste vá acontecendo ao longo dos anos, de forma a tornar o iPad Pro sempre uniforme em performance, mesmo que apps se tornem mais complexos e pesados.

Vale ainda lembrar que a limitação de memória em possíveis 5 GB por app no iPad Pro é exatamente isso: uma restrição individual por software. O restante da memória RAM segue disponível para funções de sistema, e apps que rodam em segundo plano.

Via 9to5Mac